Palavra que transforma
flivotuporanga.com.br

NOVIDADES

03/08/22

Começa montagem da estrutura para Fliv 2022

De 13 a 21 de agosto, o Parque da Cultura de Votuporanga será palco de um dos maiores eventos multiculturais do Estado. O espaço, que tem mais de 100 mil m², começou a receber a estrutura nesta quarta-feira (3/8) para sediar a maior edição dos 12 anos do Festival Literário de Votuporanga – Fliv. Por conta da montagem, parte da avenida Ângelo Bimbato passa a ser interditada (entre o Santa Fé e a marginal).  

A arquiteta responsável pela estruturação, Maria Julia Barbieri Eichemberg, explica que serão mais de 10 espaços batizados com nomes específicos e decorados para sediar as atividades. “É um período em que o festival se apropria do Parque, transformando o local num espaço literário de muita cultura e entretenimento. Todo visitante será levado para uma imersão no universo das palavras e das artes”, conta. 

Dentro do prédio do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali” serão preparados os espaços do Museu, Biblioteca, auditórios, varandas, salas diversas para grande parte da programação como exposições de fotos, sessões de cinema, oficinas de artesanato e bate-papo com escritores. 

Na parte externa, próximo à avenida Ângelo Bimbato, serão montadas grandes tendas de 200 m² chamadas de Território Livre e Galpão Literário para livrarias e também o Food Parque, como praça de alimentação. Nas quadras de areia serão exibidos filmes pelo Ponto MIS no chamado “Cine Praia”. A montagem ainda trará espaços de leitura e piquenique.

Do outro lado do parque, próximo à avenida Francisco Ramalho de Mendonça, será montado o Rolezim para saraus culturais, baladinhas literárias com DJs e músicos. 

Os shows principais, como o de Maria Rita e Tiê, serão no palco principal, montado às margens da represa. 
As atividades do Fliv começam na noite de sábado com abertura oficial e show de Maria Rita e seguem pelos demais dias das 8h até próximo das 23h com contações de histórias; saraus; atividades com crianças, jovens e terceira idade; aulas de dança e de capoeira; oficinas de artesanato e textos; aulas de instrumentos; intervenções de dança e teatro; exposições fotográficas; espetáculos; shows musicais e muito mais. 

A expectativa é atrair visitantes de toda a região ao longo dos nove dias de evento. “Esperamos centenas de pessoas vindas de todo o interior paulista, inclusive caravanas de escolas que já estamos agendando. O Parque da Cultura será nosso principal palco, e preparamos esse espaço temático e lúdico, especialmente para nossas crianças”, destacou Janaína Silva, Secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

Estação Flivinho
O Fliv terá, neste ano, uma extensão do seu espaço. A Estação Flivinho será montada no salão social do Assary Clube de Campo, em frente ao Parque para receber as atividades com as crianças que virão de caravanas escolares. A partir de lá, um trenzinho estará disponível para passear com os grupos pelo Parque. 

Conforme explica a arquiteta responsável pela estruturação, Maria Julia Barbieri Eichemberg, o ambiente foi pensado com uma estética divertida e colorida, tendo como a principal referência o “Tangram”, um quebra-cabeças chinês que estimula a construção e, consequentemente, a criação de significado para as coisas. “A linha principal partirá de um alfabeto lúdico, cheio de pequenos elementos que criam palavras, formando uma série de entendimentos, transformando a leitura e estimulando a criatividade”, conta Julia, que também é professora da Unifev, uma das apoiadoras do evento. A identidade visual tem a parceria e criação do Clan, agência de marketing de Votuporanga. 

O Fliv
O Festival Literário de Votuporanga é um evento da Prefeitura de Votuporanga com apoio do Governo do Estado, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio do Programa de Ação Cultural - Proac São Paulo, sob o suporte da Amigos da Arte, promoção da TV TEM,  patrocínio da Unifev, Proença Supermercados, LA Hotel, Senac, Starb, Porecatu, Cantoia Figueredo, Flash Net, Converd, Marão Corretora de Seguros, Alvorada e Stage Model. Em 2021, o Fliv recebeu o Prêmio Governador do Estado de São Paulo para as Artes, após disputar com eventos na categoria Livro, Leitura e Bibliotecas.

A história de 11 anos de realização do Fliv começou com a Feira do Livro de Votuporanga, em 2006. Em 2011, o evento ganha nova roupagem e passa a ser chamado Fliv - Festival Literário de Votuporanga. A partir daí se consolida como um dos maiores eventos multiculturais do Estado, reunindo diversas atividades inteiramente gratuitas, ligadas à literatura, às artes e à cultura. Sua missão principal é formar leitores desde a primeira infância.