Novidades

12/09/18

Primeiro final de semana do FLIV atrai grande público com shows e atividades gratuitas

O primeiro final de semana da oitava edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV foi marcado pela grande variedade de atrações gratuitas, que têm atraído milhares de pessoas de toda a região para o Parque da Cultura, desde a última sexta-feira (7/9). 

O primeiro dia de festival foi marcado pela cerimônia oficial de abertura, que contou a presença do prefeito João Dado, do vice-prefeito Renato Martins, representantes da Câmara de Vereadores, de diversas outras lideranças e patrocinadores. Logo após a solenidade, o Palco Principal do evento foi tomado por um grande show do cantor e compositor Moraes Moreira, que também participou de um bate-papo com o público no sábado (8/9), no Galpão Fliv.

Ao longo do final de semana, a programação teve início logo pela manhã, a partir das 9h, com dezenas de atrações, como: oficinas de literatura e escrita criativa, coordenadas pelos escritores Michel Yakini e Reynaldo Bessa; sessões de contação de histórias, com Dani Ribeiro, Cia. Entre Aspas e Janine Rodrigues; mesa-redonda com escritores votuporanguenses, mediada pelo curador do FLIV, Reynaldo Damazio; e espetáculos circenses, teatrais e de dança. 

No período noturno, um grande público se reuniu nas proximidades do Palco Principal para assistir ao show do músico paulista Kiko Zambianchi, que agitou a plateia com sucessos como “Primeiros Erros”, “Eu Te Amo Você” e “Hey, Jude”, no sábado (8/9); e também à apresentação do autor homenageado do FLIV 2018, o multiartista Arnaldo Antunes, que marcou presença com canções como “Fora de Si”, “Põe Fé Que Já É” e “Serenata de Domingo”, além de uma versão acústica de “Exagerado”, grande sucesso composto por Cazuza. 

Após os shows no Palco Principal, a música continuou tomando conta do evento no palco do Galpão FLIV, onde foram realizados saraus, comandados pelos conjuntos locais Os Partideiros, Canevettes Rock n’ Roll Band e Dona Maria. 

Outro destaque foi a presença do ator cubano Jose Antonio Alonso, da Cia. Teatro del Caballero, que além de ministrar uma oficina de impostação de voz e dinâmicas corporais, também se apresentou na sala Cinema Cultural do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, com o monólogo teatral “De Paris, un Caballero”, no sábado (8/9).

O público também pode usufruir de toda as áreas externas do Parque da Cultura, onde foram realizadas diversas atividades ao ar livre, como aulas livres de yoga, slackline, danças urbanas e ballet aéreo, além de competição de vôlei, intervenções artísticas e dançantes, apresentações folclóricas, disputas de rimas e oficinas de artesanato, artes musicais e papercraft.

As atividades continuam nesta terça-feira, a partir das 7h. Veja a programação em: www.flivotuporanga.com.br.

06/09/18

FLIV começa na sexta com a maior programação de sua história

A oitava edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV começa nesta sexta-feira (7/9), com a maior programação de sua história. Só neste ano serão oferecidas 100 atrações a mais do que em 2017, totalizando mais de 270 atividades gratuitas, distribuídas em dez dias de evento. 

O festival será realizado no Parque da Cultura e segue até o dia 16 de setembro, com grandes shows musicais, bate-papos com renomados escritores brasileiros, exposições, espetáculos teatrais, circenses e de dança, além de dezenas de sessões de contação de histórias, oficinas, workshops, exibições de filmes e atividades esportivas e ao livre. O cerimonial de abertura do evento terá início às 20h, no Palco Principal, montado no Parque. 

Com organização da Prefeitura de Votuporanga, execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA) e apoio de diversas empresas e instituições, o FLIV 2018 conta com a curadoria do editor, crítico literário, escritor e gestor cultural Reynaldo Damazio, responsável pela coordenação do Centro de Apoio ao Escritor (CAE) do Museu Casa das Rosas, de São Paulo. 

Durante o evento, serão distribuídos gratuitamente cadernos de programação e encartes informativos para os visitantes. O acesso à agenda completa do festival também pode ser feito on-line, pelo site www.flivotuporanga.com.br.

Homenageado
Em 2018, o autor homenageado pelo FLIV é o multiartista paulistano Arnaldo Antunes, que se apresentará no domingo (9/9), às 21h, no Palco Principal do Parque da Cultura.

Cantor, compositor, poeta, performer e artista visual, Arnaldo tornou-se nacionalmente conhecido graças à sua atuação nos Titãs, banda com a qual gravou sete discos. Suas canções ganharam interpretações de nomes como Belchior, Marisa Monte e Barão Vermelho e seus primeiros livros de poesia foram publicados ainda na década de 1980, quando também editou revistas literárias e participou de mostras de caligrafia. 

Para além da carreira como músico e poeta, Antunes também participa de diversas mostras de artes visuais e performáticas, no Brasil e no exterior, atuando como expositor, performer e curador. Desde 1992, mantém carreira musical solo, lançando, em média, um novo disco a cada dois anos. Ao lado de Carlinhos Brown e Marisa Monte, compõe o trio Tribalistas, cujo primeiro CD e DVD, lançado em 2002, se firmou como um grande sucesso de público, com mais de 1,5 milhão de cópias vendidas.

Atrações musicais
Além da apresentação do homenageado Arnaldo Antunes, o FLIV contará com um grande show de abertura, com o cantor e compositor Moraes Moreira.  Considerado um dos mais versáteis músicos da MPB, Moraes sobe ao Palco Principal do festival nesta sexta (7/9), também às 21h. O artista participa ainda de um bate-papo com o público, no sábado (8/9), às 15h, no Galpão FLIV.  

Neste ano, também ocuparão o Palco Principal: o músico Kiko Zambianchi, no dia 8; o grupo Raizeiros, no dia 14; e a banda Maglore, no dia 15. Projetos mantidos pela Prefeitura também têm seu lugar garantido no palco, com apresentações da banda Zequinha de Abreu, no dia 12; e do Coral Canto Livre, no dia 13. Todos os shows terão início às 21h.

Uma das novidades introduzidas no FLIV 2018 é a faixa de programação “Sarau FLIV”, que levará uma série de apresentações musicais intimistas ao Galpão FLIV, logo após os shows do Palco Principal, sempre por volta das 22h. Participarão dos saraus as bandas: Os Partideiros, no dia 7; Canevettes Rock n’ Roll Band, no dia 8; Dona Maria, no dia 9; Zu Laiê e Cássio 7 Cordas, no dia 14; The Nineties, no dia 15; e Novos Bohêmios, no dia 16.

O Auditório Externo do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali” também receberá atrações musicais, como o “Encontro de Chorões”, no dia 10; o grupo de choro Tradição, no dia 11; e o concerto de encerramento do festival, no dia 16, com a Orquestra Sinfônica da Escola Municipal de Artes “João Cornachione ‘Oscarito’”.

Escritores e contadores de histórias
Tendo como um de seus principais objetivos o incentivo à leitura junto ao público infanto-juvenil, o FLIV 2018 oferecerá dezenas de sessões de contação de histórias, além de bate-papos com importantes nomes da literatura nacional. O evento conta com a parceria da Secretaria Municipal da Educação, que viabilizará a visita de centenas de alunos das escolas municipais às atividades do festival.

Nesta edição, as conversas com escritores terão como tema principal “A literatura em múltiplos gêneros”, com destaque para discussões acerca da diversidade de linguagens e manifestações literárias, incluindo vertentes como a poesia, o jornalismo e as histórias em quadrinhos, além da performance, da videopoesia e da produção de roteiros. Os convidados foram selecionados pelo curador do evento, Reynaldo Damazio, e conversarão com o público na sala Cinema Cultural, sempre a partir das 19h30. 

Entre os autores que marcarão presença no festival, estão: Vladir Lemos e Marcelo Montenegro, no dia 10; Lubi Prates e Daniel Minchoni, no dia 11; Luiza Romão e Mel Duarte, no dia 12; Amara Moira e Taissol Ziggy, no dia 13; e Lorena Kaz e Ivana Arruda Leite, no dia 14. 
Neste domingo (9/9), haverá também uma mesa-redonda especial, composta por autores residentes em Votuporanga, com o objetivo de trazer maior visibilidade à cena literária local e aos livros produzidos no município. 

Já as sessões de contação de histórias ficarão a cargo de nomes como: Fafá Conta, Anderson Novello, Janine Rodrigues, Dani Ribeiro, Cia. Entre Aspas, Grupo Parampará, Wesley Cristina Rossini, Goimar Dantas e Gabriela Carvalho. 

Espetáculos teatrais, circenses e de dança
Um dos destaques do FLIV 2018 para o segmento de artes cênicas será a presença do ator cubano José Antônio Alonso, da Cia. Teatro del Caballero. Neste sábado (8/9), Alonso ministra a oficina “Semear a voz no corpo”, a partir das 10h, na sala Cinema Cultural do Centro de Cultura e Turismo. No mesmo espaço, o ator apresenta o monólogo “De Paris, un Caballero”, também no sábado, às 17h. 

Ainda constam na programação: o espetáculo teatral “Maria Peregrina”, da Cia. Vice Versa, no dia 16; o espetáculo de dança “Pêndulo”, da RZ Cia. de Dança, no dia 9; os espetáculos circenses “Cortejo Circense”, no dia 8, “Compilação Suno”, no dia 9, “Fiorella Desequilibrada”, no dia 14, e “O Mundo do Circo”, no dia 15; e os espetáculos infantis “Os Outros Reservas”, no dia 10, “Era uma vez...João e Maria”, no dia 11, “Circo Lando: o maior espetáculo da Terra”, no dia 12, e “Libel”, no dia 13. 

Exposições
Durante o festival, o público também poderá conferir duas exposições artísticas, que permanecerão abertas à visitação, no Centro de Cultura e Turismo.
 
Idealizada pela fotógrafa Camila Fontenele de Miranda e trazida a Votuporanga pelo Museu da Diversidade Sexual da Secretaria de Estado da Cultura, a mostra “Todos podem ser Frida” se inspira na obra da pintora mexicana Frida Kahlo e ficará exposta no Museu Municipal “Edward Coruripe Costa”. A abertura da exposição está marcada para este sábado (8/9), às 14h. No mesmo dia, o supervisor de Educativo do Museu da Diversidade Sexual, Jefferson de Arruda Mateus, participa de um bate-papo com o público a respeito da instituição, a partir das 19h30, na sala Cinema Cultural.

Já a mostra "Morrer de Amor e Continuar Vivendo", da designer, ilustradora e quadrinista carioca Lorena Kaz será exibida no primeiro piso do Centro de Cultura e Turismo, com abertura marcada para este domingo (9/9), às 10h. A exposição faz parte de um projeto de quadrinhos homônimo e já passou pelo Museu Casa das Rosas, em 2014, e pelo Salão de Humor de Piracicaba, em 2015. Além de expor seu trabalho durante o FLIV, Lorena também participa da mesa "Quadrinhos, Literatura, Arte e Produção Independente", ao lado da escritora Ivana Arruda Leite, no dia 14, e ministra uma oficina de ilustração, no dia 15.

Exibição de filmes
Em parceria com a licença MPLC Brasil e o programa “Pontos MIS”, do Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP), serão exibidos, durante o FLIV, diversos filmes de longa-metragem, na sala Cinema Cultural do Centro de Cultura e Turismo. 

Foram selecionados, especialmente para a programação do festival, títulos voltados para as mais diversas faixas etárias, incluindo desde animações até produções premiadas do cinema nacional. Entre as obras incluídas na programação, estão: “O Touro Ferdinando”, “Divertidamente”, “Procurando Dory”, “Que Horas Ela Volta?”, “Florence: Quem É Essa Mulher?”, “Para Sempre Alice”, “Viva: a Vida É uma Festa” e “O Filme da Minha Vida”.

No dia 15, o Cinema Cultural também recebe uma sessão do documentário de curta-metragem “À primeira vista”, dirigido por Mariana Lambert e selecionado para o Festival de Curtas Universitários do Canal Futura e da Rede Globo. Após a exibição do filme, haverá um bate-papo com a diretora e o personagem do filme, Nícolas Damazio, ambos estudantes de Comunicação da PUC-SP. O filme aborda o processo de adaptação de um jovem portador de uma mutação genética rara.

Bate-papos e palestras
Além dos autores selecionados pela curadoria do FLIV, diversos outros profissionais também participarão do festival com palestras, mesas-redondas e bate-papos com o público, realizados na sala Cinema Cultural. 
No dia 13, às 10h, a superintendente de bibliotecas da organização social de cultura SP Leituras, Sueli Regina Marcondes Motta, mediará o encontro “Biblioteca escolar e pública do município: reflexões sobre trajetória, aprendizados e desafios”, que reunirá representantes de bibliotecas escolares e municipais de toda a região. Também no dia 13, o diretor Executivo da SP Leituras, Pierre André Ruprecht, e a coordenadora da Unidade de Difusão Cultural, Bibliotecas e Leitura (UDBL) da Secretaria de Estado da Cultura, Sílvia Antibas, participam do bate-papo “Território das Bibliotecas”, a partir das 14h.

Já no dia 14, a escritora votuporanguense Amanda Abreu comanda duas sessões da apresentação literária “Criação, edição e lançamento de um romance”, às 10h e as 16h.

No dia 15, às 15h, o autor paranaense Anderson Novello comanda o bate-papo “Os bastidores da escrita”, seguido de uma sessão de autógrafos. Já no dia 16, também às 15h, Anderson ministra a palestra “Ler em casa, ler na escola: a formação do leitor literário”. 
Em parceria com o Senac, a jornalista e escritora Goimar Dantas apresenta a palestra “A arte de criar leitores: reflexões e dicas para uma mediação eficaz”, no dia 15, às 10h. Ainda no dia 15, às 19h30, o googler Guilherme Sacconato apresenta, durante um bate-papo com o público, algumas das políticas de apoio à diversidade adotadas pelo Google. 

A Secretaria Municipal da Saúde também oferecerá diversas palestras durante o festival, na Sala de Oficinas da Biblioteca Municipal. Os encontros trarão à tona temas de grande relevância, como: gravidez na adolescência, no dia 11; planejamento familiar, no dia 14; e a importância da doação de leite e os benefícios do aleitamento materno, também no dia 14.

Oficinas, workshops e aulas livres
Entre as atividades de destaque do FLIV 2018, estão dezenas de oficinas, direcionadas aos mais diversos públicos e faixas etárias e espalhadas por diversos espaços do Centro de Cultura e Turismo e do Parque da Cultura.

Em parceria com a POIESIS, serão trazidas à Sala de Oficinas da Biblioteca Municipal “Castro Alves” oficinas de: Escrita Criativa, com Reynaldo Bessa, nos dias 8 e 9; Literatura Marginal/Periférica, com Michel Yakini, também nos dias 8 e 9; Experimentação Poética Teatral, com Fernando Aveiro, nos dias 11 e 12; Literatura e Intervenção Urbana, com Thiago Cervan, nos dias 15 e 16; e Fotografia de Palco, com Marco Aurélio Olimpio, também nos dias 15 e 16 . Cada atividade oferece 20 vagas e as inscrições deverão ser feitas no local, com uma hora de antecedência. 

Já os artistas e artesãos do Alpendre Ateliê, de Votuporanga, trarão diversas oficinas de artesanato e artes manuais ao FLIV. Ao longo da programação, o público terá a oportunidade de entrar em contato com atividades como: origami; desenhos de rosto, observação e cartoon; bordado; e confecção de artigos em feltro, linha, tecido e fuxico.

Haverá ainda oficinas, aulas livres, vivências e workshops das mais diversas modalidades, incluindo: produção de tintas naturais; yoga; ballet aéreo; danças urbanas, interativas, para terceira idade e para mães e bebês; videomaker; fotografia; grafite; artes musicais e circenses; poesia e literatura marginal; slackline; zumba; percussão, jongo e oralidade; batalha de rimas; confecção de fantoches, brinquedos, mandalas, bonecos de jornal e bonecas abayomi; flash mob de sapateado; técnica papercraft; experiência rítmica; capoeira; clínica de vôlei e intervenções poéticas.

Estrutura
Em 2018, a estrutura do FLIV contará, mais uma vez, com os diversos ambientes do Parque da Cultura e do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, de modo que espaços como biblioteca, museu, auditórios, salas de cinema e oficinas receberão grande parte das atrações da programação.

Além desses espaços, o já tradicional Galpão FLIV abrigará diversas atividades. O evento contará ainda com praça de alimentação, tenda, galpão de livrarias, área de venda e exposição de artesanato, além do Palco Principal, onde serão realizados os espetáculos musicais.

Organização
A organização do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2018 é da Prefeitura de Votuporanga, com execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA) e promoção da TV TEM, afiliada da Rede Globo. O evento conta com o patrocínio da Facchini; co-patrocínio da Unifev, Caixa Econômica Federal, Cofco International, Senac e Porecatu Supermercados; apoio da Cantoia Figueiredo, Santa Cruz Supermercados, Starb Alimentação, Vikstar, Sicredi, Marão Seguros, Ville Hotel Gramadão, Fiorilli Software, Pollus e Câmara Municipal de Votuporanga, com a colaboração da Poiesis - Organização Social de Cultura, Qualificação em Artes, Oficinas Culturais, Museu Casa das Rosas, SP Leituras e Pontos MIS. Para mais informações sobre o festival, acesse o site: www.flivotuporanga.com.br ou a fanpage: www.facebook.com/flivotuporanga.

05/09/18

Abertura do FLIV 2018 terá show de Moraes Moreira nesta sexta-feira

A partir de sexta-feira (7/9) Votuporanga estará repleta de atrações culturais com o início da 8ª edição do Festival Literário de Votuporanga - FLIV 2018. Durante dez dias, o Parque da Cultura terá uma programação intensa voltada para todas as idades. Já no primeiro final de semana a programação de shows terá nomes de grandes artistas como Moraes Moreira, Kiko Zambianchi e Arnaldo Antunes. 

A abertura do evento está marcada para às 20 horas no Palco Principal montado no Parque da Cultura. Logo em seguida, às 21 horas, começa a programação artística com o grande show do cantor, compositor e violonista, Moraes Moreira, que também participará, no sábado (8/9), às 15 horas, de mesa de bate-papo, no Galpão FLIV, para falar sobre seus livros, "Poeta não tem idade" e "A História dos Novos Baianos". 

Moraes Moreira começou tocando sanfona de 12 baixos em festas de São João e outros eventos de sua cidade natal, Ituaçu (BA). Na adolescência, aprendeu a tocar violão, enquanto fazia curso de ciências, no munícipio baiano de Caculé. Mudou-se para Salvador, onde conheceu Tom Zé e entrou em contato com o rock n’ roll. Mais tarde, ao conhecer Baby Consuelo, Pepeu Gomes, Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão, formou o conjunto Novos Baianos, no qual permaneceu de 1969 até 1975. Ao lado de Luiz Galvão, compôs grande parte as canções do grupo, cujo álbum “Acabou Chorare” (1972) foi eleito o “Maior Disco da Música Brasileira” pela revista Rolling Stone. Moraes se enquadra como um dos mais versáteis compositores brasileiros, misturando ritmos como frevo, baião, rock, samba, choro e até música erudita. Saiu em carreira solo no ano de 1975 e, desde então, já lançou mais de 20 discos. Ao longo de sua trajetória, destacou-se como o primeiro cantor de trio elétrico, no Trio de Dodô e Osmar, lançando diversos sucessos carnavalescos, como “Pombo Correio”, “Vassourinha Elétrica” e “Bloco do Prazer”.


Sábado
Outro show confirmado para o FLIV 2018 é do cantor, guitarrista e compositor, Kiko Zambianchi, que se apresentará às 21 horas do sábado (8/9), no mesmo Palco Principal da abertura. O artista começou a tocar guitarra ainda na adolescência, quando fez shows pelo interior de São Paulo, onde também formou a banda Vida de Rua. Sua música “Primeiros erros”, de 1985, foi inicialmente ignorada pelas gravadoras. Mas, acreditando no sucesso da canção, Kiko fez sozinho um amplo trabalho de divulgação, visitando diversas rádios da Grande São Paulo e insistindo para que sua composição fosse tocada. Aos poucos, “Primeiros erros” foi ficando conhecida, até alcançar o topo das paradas brasileiras. Em 2000, Kiko marcou presença no “Acústico MTV” da banda Capital Inicial. Ao lado do grupo, fez mais de 250 shows por todo o país, incluindo uma apresentação no Rock in Rio. Em 2010, ano em que seu primeiro disco completou 25 anos de lançamento, Kiko gravou seu álbum “Acústico”, no Teatro Pedro II, famoso ponto turístico de sua cidade natal.

Domingo
Na noite de domingo (9/9), às 21 horas, quem sobe ao Palco Principal do FLIV 2018 é o artista homenageado desta edição, Arnaldo Antunes. Compositor, poeta, cantor, performer e artista visual, Arnaldo Antunes tornou-se nacionalmente conhecido graças à sua atuação nos Titãs, banda com a qual gravou sete discos, entre 1984 e 1991. Além de compor com diversas parcerias, teve suas canções interpretadas por nomes como Belchior e Marisa Monte, e conjuntos, como Barão Vermelho. Publicou seus primeiros livros de poesia ainda na década de 1980, quando também editou revistas literárias e participou de mostras de caligrafia. Em 1992, inicia carreira musical solo, lançando, em média, um novo disco a cada dois anos. Ao lado de Marisa Monte e Carlinhos Brown, lança, em 2002, o CD e DVD “Tribalistas” – um grande sucesso de público, com mais de 1,5 milhão de cópias vendidas. Suas canções já foram utilizadas em diversos filmes e compõem a trilha sonora do espetáculo de dança “O Corpo” (2000) do renomado Grupo Corpo. Para além da carreira como músico e poeta, Antunes também participa de diversas mostras de artes visuais e performáticas, no Brasil e no exterior, atuando como expositor, performer e curador. Trabalhou em parceria com importantes nomes da música brasileira, como Gilberto Gil, Jorge Ben Jor, Pepeu Gomes, Alice Ruiz, Marina Lima e Roberto Frejat.

Organização
A organização do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2018 é da Prefeitura de Votuporanga, com execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA) e promoção da TV TEM, afiliada da Rede Globo. O evento conta com o patrocínio da Facchini; co-patrocínio da Unifev, Caixa Econômica Federal, Cofco International, Senac e Porecatu Supermercados; apoio da Vikstar, Cantoia Figueiredo, Starb Alimentação, Sicredi, Marão Seguros, Fiorilli, Pollus, Santa Cruz Supermercados e Câmara Municipal de Votuporanga com a colaboração da Poiesis - Organização Social de Cultura, Casa das Rosas, SP Leituras e Ponto MIS. Para mais informações sobre o festival, acesse o site: www.flivotuporanga.com.br ou a fanpage: www.facebook.com/flivotuporanga

02/09/18

Escritores locais poderão participar de mesa especial durante o FLIV 2018

Escritores residentes em Votuporanga e com obras comprovadamente publicadas terão a oportunidade de participar de uma mesa-redonda especial, no domingo (9/9). A atividade é parte da programação da oitava edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV, que acontece a partir desta sexta-feira (7/9) e segue até o dia 16 de setembro, no Parque da Cultura, com realização da Prefeitura, execução da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA) e apoio de diversas empresas e instituições.

Os autores que desejarem integrar a mesa-redonda devem encaminhar um e-mail de demonstração de interesse à Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, pelo endereço cultura@votuporanga.sp.gov.br, até quarta-feira (5/9). Na mensagem, devem vir anexados os seguintes itens: cópias digitalizadas de comprovante de residência atual e de, no mínimo, dois anos atrás, em nome do candidato ou de um responsável; cópia digitalizada de documento oficial com foto; breve currículo, descrevendo a experiência do candidato com a escrita literária; sinopse e/ou material de divulgação da(s) obra(s) publicada(s); fotografias, fotocópias, arquivos em PDF e/ou cópias digitalizadas que comprovem a existência das publicações citadas no currículo do candidato.

Todo o material enviado à Secretaria será submetido a um processo de curadoria e os autores aprovados serão contatados até quinta-feira (6/9).

O bate-papo será realizado no domingo (9/9), na sala Cinema Cultural do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, a partir das 15h, e tem o objetivo de fomentar a cena literária votuporanguense, aproximando os escritores do público e atraindo maior visibilidade para os livros produzidos na cidade.

Organização
A organização do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2018 é da Prefeitura de Votuporanga, com execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA) e promoção da TV TEM, afiliada da Rede Globo. O evento conta com o patrocínio da Facchini; co-patrocínio da Unifev, Caixa Econômica Federal, Cofco International, Senac e Porecatu Supermercados; apoio da Vikstar, Cantoia Figueiredo, Starb Alimentação, Sicredi,  Pacaembu Construtora, Marão Seguros, Fiorilli, Pollus, Santa Cruz Supermercados e Câmara Municipal de Votuporanga com a colaboração da Poiesis - Organização Social de Cultura, Casa das Rosas, SP Leituras e Pontos MIS. Para mais informações sobre o festival, acesse o site: www.flivotuporanga.com.br ou a fanpage: www.facebook.com/flivotuporanga.

31/08/18

FLIV 2018 abre inscrições para voluntários

Será possível atuar como voluntário nas atividades desenvolvidas durante a 8ª edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV, que acontece entre os dias 7 e 16 de setembro, no Parque da Cultura.
Os interessados devem se inscrever presencialmente, até a próxima quarta-feira (5/9), na Secretaria Municipal da Cultura e Turismo, localizada junto ao Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, na avenida Francisco Ramalho de Mendonça, nº 3112 (Jardim Alvorada).

Entre as funções disponíveis, estão: atendimento ao público, apoio operacional, monitoramento e guia de visitas. Para integrar a equipe, é preciso ter acima de 18 anos e, de preferência, alguma experiência nas áreas de pedagogia, atendimento a crianças ou produção de eventos. 

Todos os voluntários receberão certificado de participação e estarão distribuídos em três períodos de trabalho: das 7h às 12h; das 12h às 17h; e das 17h às 22h. Vale lembrar que não haverá remuneração pelos serviços prestados. 

O horário de funcionamento da Secretaria da Cultura e Turismo é de terça a sexta-feira, das 9h30 às 19h, e às segundas-feiras, das 7h30 às 17h. Para mais informações, o telefone para contato é o (17) 3405-9670.


Organização
A organização do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2018 é da Prefeitura de Votuporanga, com execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA) e promoção da TV TEM, afiliada da Rede Globo. O evento conta com o patrocínio da Facchini; co-patrocínio da Unifev, Caixa Econômica Federal, Cofco International, Senac e Porecatu Supermercados; apoio da Vikstar, Cantoia Figueiredo, Starb Alimentação, Sicredi,  Pacaembu Construtora, Marão Seguros, Fiorilli, Pollus, Santa Cruz Supermercados e Câmara Municipal de Votuporanga com a colaboração da Poiesis - Organização Social de Cultura, Casa das Rosas, SP Leituras e Pontos MIS. Para mais informações sobre o festival, acesse o site: www.flivotuporanga.com.br ou a fanpage: www.facebook.com/flivotuporanga.

30/08/18

Autores convidados trarão diversidade literária ao FLIV 2018

Com a missão de promover e incentivar o hábito da leitura junto à população, o Festival Literário de Votuporanga – FLIV chega, neste ano, à sua oitava edição, com dez dias de atividades inteiramente gratuitas, ligadas à literatura, às artes e à cultura.

Entre os dias 7 e 16 de setembro, o FLIV 2018 ocupará o Parque da Cultura com uma programação dedicada à democratização do acesso aos livros e ao conhecimento e contará com a presença de diversos autores renomados, que participarão de uma série de bate-papos com o público, realizados na sala Cinema Cultural do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, sempre a partir das 19h30.  

Neste ano, as conversas terão como tema principal “A literatura em múltiplos gêneros”, com destaque para discussões acerca da diversidade de linguagens e manifestações literárias, incluindo vertentes como a poesia, o jornalismo e as histórias em quadrinhos, além da performance, da videopoesia e da produção de roteiros.

Os convidados desta edição foram selecionados pelo curador do evento, Reynaldo Damazio, que mediará os bate-papos. Além de escritor, editor, crítico literário e gestor cultural, Reynaldo é coordenador do Centro de Apoio ao Escritor (CAE) do Museu Casa das Rosas, em São Paulo, e desde 2016 participa da curadoria do FLIV.

Conheça alguns dos autores que já têm presença confirmada para esta edição do festival:

 

Vladir Lemos e Marcelo Montenegro

No dia 10 de setembro (segunda-feira), o jornalista Vladir Lemos e o poeta Marcelo Montenegro participam da mesa “Literatura, Jornalismo e Roteiro”.

Vladir Lemos é apresentador e editor-chefe do programa “Cartão Verde”, da TV Cultura, canal onde também atua como comentarista de esportes do telejornal “Guia do Dia”. Lemos escreve semanalmente para o jornal “A Tribuna”, de Santos (SP), e edita o “Blog do Vladir”, hospedado no site da ESPN Brasil. É autor da coletânea de crônicas “Juízo, torcida brasileira” (Realejo), com textos selecionados pelo escritor Xico Sá, e do volume de poemas “Os dias em mim” (Dobradura Editorial).

Já Marcelo Montenegro é autor de “Forte Apache” (Companhia das Letras), volume que reúne, além do livro homônimo, outros dois títulos de poesia: “Orfanato portátil” (2003) e “Garagem lírica” (2012). Em parceria com o guitarrista Fabio Brum, Montenegro lançou o CD “Tranqueiras líricas”, baseado no espetáculo de mesmo nome, em cartaz há mais de dez anos. Além de poeta e músico, trabalha como roteirista e criador de séries de ficção para TV.

 

Lubi Prates e Daniel Minchoni

No dia 11 (terça-feira), a mesa “Poesia, Slam e Tradução” traz ao FLIV a poeta Lubi Prates e o poeta, palhaço e diretor de arte Daniel Minchoni.

Lubi Prates se dedica a ações que combatem a invisibilidade das mulheres no meio literário. É autora dos livros “Triz” (Patuá), “Coração na boca” (Patuá) e “De lá/Daqui” (Nosotros Editorial) e editora das revistas literárias “Parênteses” e “Adelitas”. Tem poemas publicados em jornais, revistas literárias e antologias nacionais e internacionais.

Daniel Minchoni é um dos fundadores do grupo Poesia Esporte Clube (PEC) e trabalha com experimentação poética em diversas mídias. Em 2004, recebeu menção honrosa no Concurso de Poesia “Luís Carlos Guimarães”. É membro-fundador do selo Jovens Escribas, pelo qual lançou o livro “Escolha o título”, em coautoria com a ilustradora Eveline Gomes.

 

Luiza Romão e Mel Duarte

No dia 12 (quarta-feira), as autoras Luiza Romão e Mel Duarte marcam presença no festival com a mesa “Sarau, videopoesia e performance”.

Luiza Romão é poeta, atriz, arte-educadora e diretora de teatro. Criou videopoemas explorando a linguagem spoken word, participou de diversos saraus e slams, sendo campeã dos slams do 13 e da Guilhermina e vice-campeã nacional do Slam BR. Atualmente, é atriz convidada no Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e integrante do coletivo de performance da palavra “Literatura Ostentação”. É autora do livro “Sangria” (Selo do Burro).

Mel Duarte é feminista negra, produtora cultural e uma das organizadoras do “Slam das Minas”, movimento criado para inserir as mulheres no cenário da literatura. Integrante do coletivo “Poetas Ambulantes”, é formada em Comunicação Social e autora de “Fragmentos dispersos” (Na Função) e “Negra Nua Crua” (Subsolo).

 

Amara Moira e Taissol Ziggy

A mesa “Prosa, Música e Ensaio" acontece no dia 13 (quinta-feira), com a participação de Amara Moira e Taissol Ziggy.

Amara Moira é doutora em teoria literária pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas (IEL/Unicamp). É autora do livro “E se eu fosse puta” (Hoo Editora), com ilustrações de Laerte, e coautora de “Vidas trans: a coragem de existir” (Astral Cultural). É colunista da Mídia Ninja e foi a primeira pessoa transgênero a defender um doutorado na Unicamp usando seu nome social.

Taissol Ziggy é percussionista, jongueira da comunidade Jongo de Piquete e percussionista residente do coletivo “Sarau das Pretas”, no qual também atua como produtora musical. Ministra oficinas de jongo e oralidade e é estudiosa de tambores e toques de tambu, caxambu e candongueiro.

 

Lorena Kaz e Ivana Arruda Leite

Já no dia 14 (sexta-feira), a designer, ilustradora e quadrinista Lorena Kaz participa da mesa "Quadrinhos, literaura, arte e produção independente", ao lado da escritora e mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), Ivana Arruda Leite.

Nascida no Rio de Janeiro, Lorena desenvolve o projeto de quadrinhos "Morrer de Amor e Continuar Vivendo”, já exposto em São Paulo, no Museu Casa das Rosas, em 2014, e no Salão de Humor de Piracicaba, em 2015. Mantém a fanpage "Projeto Morrer de Amor - Apoio Emocional", no Facebook, com o objetivo de auxiliar mulheres na superação da dependência emocional e no combate a relacionamentos abusivos.

Já Ivana é natural da cidade de Araçatuba (SP) e autora dos livros de contos "Cachorros" (Demônio Negro), “Histórias da mulher do fim do século”, “Falo de mulher” e “Ao homem que não me quis” - estes três últimos compilados na antologia "Contos Reunidos" (Demônio Negro). Escreveu ainda a novela “Eu te darei o céu – e outras promessas dos anos 60” (Editora 34), os romances “Hotel Novo Mundo” (Editora 34), “Alameda Santos” (Iluminuras) e “Breve passeio pela história do homem” (Reformatório), além de títulos infantis e infanto-juvenis.

Organização
A organização do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2018 é da Prefeitura de Votuporanga, com execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA) e promoção da TV TEM, afiliada da Rede Globo. O evento conta com o patrocínio da Facchini; co-patrocínio da Unifev, Caixa Econômica Federal, Cofco International, Senac e Porecatu Supermercados; apoio da Vikstar, Cantoia Figueiredo, Starb Alimentação, Sicredi,  Pacaembu Construtora, Marão Seguros, Fiorilli, Pollus, Santa Cruz Supermercados e Câmara Municipal de Votuporanga com a colaboração da Poiesis - Organização Social de Cultura, Casa das Rosas, SP Leituras e Pontos MIS. Para mais informações sobre o festival, acesse o site: www.flivotuporanga.com.br ou a fanpage: www.facebook.com/flivotuporanga.

29/08/18

Arnaldo Antunes será o homenageado do FLIV 2018

Entre os dias 7 e 16 de setembro, Votuporanga será, mais uma vez, protagonista no cenário cultural com a realização do Festival Literário de Votuporanga - FLIV 2018. O Prefeito João Dado recepcionou convidados e instituições parceiras para o lançamento do Festival, na manhã desta terça-feira (28/8), no Auditório do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali”, localizado no mesmo Parque da Cultura que sediará toda a programação a partir da próxima semana. 

Durante o evento, foram apresentadas as atrações que farão parte da programação do FLIV, que terá como homenageado, em sua 8ª edição, o músico, compositor e escritor, Arnaldo Antunes. O artista também se apresentará em um show marcado para iniciar às 21 horas do domingo (9/9), no palco principal do evento montado no Parque da Cultura. “O homenageado sintetiza o que queremos para a edição 2018 do Festival Literário de Votuporanga. Arnaldo Antunes é muito representativo por toda a sua trajetória, um artista multimídia”, explicou a Secretária da Cultura e Turismo, Silvia Stipp.

O projeto cenográfico de todos os espaços do Parque da Cultura que integrarão o Festival foi apresentado pela arquiteta Maria Júlia Barbieri Eichemberg, incluindo o Galpão Fliv e o local onde estarão os food trucks.

Programação

O objetivo da edição deste ano é discutir a literatura em inúmeras plataformas, como pode ser observado pela programação intensa e diversificada ao longo dos 10 dias de evento. Entre as atrações constam 60 oficinas, 73 contações de histórias, 22 sessões de cinema, mais de 10 apresentações musicais, mais de 10 espetáculos teatrais, 7 mesas com escritores locais e de renome nacional, 5 workshops, Jornada Literária, palestras, ballet aéreo, slackline, aulas de yoga, danças urbanas e capoeira.

Entre os escritores com presença confirmada no FLIV 2018 estão Vladir Lemos, Mel Duarte, Amara Moira e Lorena Kaz. Todos participarão de mesas de bate-papo sobre obras de diversos tipos, desde poesia, roteiro, sarau, quadrinhos, e outras.

O monólogo “De Paris, un Caballero”, interpretado pelo ator cubano Jose Antonio Alonso, da companhia de Teatro del Caballero, também integra a programação do Festival. O espetáculo será apresentado na sala do Cinema Cultural, no dia 8 de setembro, às 17 horas, e conta a trajetória de José, um cubano que quer deixar seu país em busca da felicidade. No curso da história ele descobre que a felicidade não está nos lugares onde se decide viver, mas dentro de si mesmo. 

O Festival Literário de Votuporanga é um evento esperado por alunos de todas as escolas das redes pública e privada por sua programação também voltada à formação literária. “Só de Votuporanga serão 4.500 crianças, além de classes inteiras de 60 cidades da região que virão para assistir às contações de histórias, shows, peças teatrais, bate-papos com escritores renomados da nossa literatura. É uma pluriatividade, através do FLIV, que vai levar às nossas crianças, jovens, adultos e idosos, diversas atividades no campo da cultura, da educação e do turismo”, disse o Prefeito João Dado.

Organização
A organização do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2018 é da Prefeitura de Votuporanga, com execução da Associação Paulista de Amigos da Arte (APAA) e promoção da TV TEM, afiliada da Rede Globo. O evento conta com o patrocínio da Facchini; co-patrocínio da Unifev, Caixa Econômica Federal, Cofco International, Senac e Porecatu Supermercados; apoio da Vikstar, Cantoia Figueiredo, Starb Alimentação, Sicredi,  Pacaembu Construtora, Marão Seguros, Fiorilli, Pollus, Santa Cruz Supermercados e Câmara Municipal de Votuporanga com a colaboração da Poiesis - Organização Social de Cultura, Casa das Rosas, SP Leituras e Pontos MIS. Para mais informações sobre o festival, acesse o site: www.flivotuporanga.com.br ou a fanpage: www.facebook.com/flivotuporanga.

23/08/18

Escolas da região podem agendar visitas ao Fliv 2018

De 7 a 16 de setembro, Votuporanga vai sediar mais uma edição do seu Festival Literário, o FLIV 2018. Escolas da região que tiverem interesse em participar com seus alunos devem se cadastrar previamente junto à Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga, organizadora do evento. 

Os grupos das redes pública ou particular de ensino poderão programar a visita para as atividades que desejarem dentro do período de 10 dias. A programação será apresentada na próxima semana incluindo contação de histórias, encontro com escritores, espetáculos teatrais e muitas outras atividades de incentivo à leitura e à cultura. A oferta dos ônibus e transporte dos estudantes ficam sob a responsabilidade das escolas. 

Diversos municípios receberam o convite para o FLIV durante o Congresso Internacional de Educação realizado em julho na cidade.

Ao longo de suas sete últimas edições, o FLIV registrou um público de mais de 370 mil visitantes, vindos de mais de 40 municípios. Já passaram pelo festival renomados escritores, como Alice Ruiz, Alice Sant’Anna, André Dahmer, Antônio Cícero, Chacal, Cristóvão Tezza, Humberto Werneck, Ignácio de Loyola Brandão, João Paulo Cuenca, Lourenço Mutarelli, Marcia Tiburi, Marcelino Freire, Mário Prata, Noemi Jaffe, Paulo Lins, Sergio Vaz e Veronica Stigger.

Também estiveram presentes jornalistas, como Caco Barcellos e Maurício Kubrusly; e grandes atrações musicais, como Almir Sater; Biquíni Cavadão; Chico César; Demônios da Garoa; Ed Motta; Fernanda Porto; Funk Como Le Gusta; Jorge Aragão; Orquestra Bachiana Filarmônica SESI-SP, sob a regência do maestro João Carlos Martins; Pato Fu; Renato Teixeira; Sérgio Reis; Toquinho; Tiê; e Zélia Duncan.

23/08/18

FLIV já tem data confirmada para este ano

Um dos eventos mais aguardados pelo público de toda a região já tem data confirmada para este ano: a 8ª edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2018 será realizada em diversos espaços do Parque da Cultura “Prof.ª Adoração Garcia Esteves Hernandez” e terá início no dia 7 de setembro (sexta-feira), com cerimônia de abertura a partir das 19h, seguindo até o dia 16 de setembro. A programação completa será divulgada em breve.

Considerado um dos maiores eventos multiculturais do país, o FLIV reúne, em dez dias de programação, diversas atividades inteiramente gratuitas, ligadas à literatura, às artes e à cultura. As atividades do Festival incluem bate-papos com grandes nomes da literatura nacional, sessões de contação de histórias, espetáculos musicais, apresentações teatrais e de dança, além de oficinas, workshops e espaços voltados para exposição e venda de livros.

A principal missão do evento é promover o hábito da leitura, incentivando-o junto à população desde a infância, por meio de iniciativas que democratizem o acesso aos livros e ao conhecimento.

Ao longo de suas sete últimas edições, o FLIV registrou um público de mais de 370 mil visitantes, vindos de mais de 40 municípios. Já passaram pelo festival renomados escritores, como Alice Ruiz, Alice Sant’Anna, André Dahmer, Antônio Cícero, Chacal, Cristóvão Tezza, Humberto Werneck, Ignácio de Loyola Brandão, João Paulo Cuenca, Lourenço Mutarelli, Marcia Tiburi, Marcelino Freire, Mário Prata, Noemi Jaffe, Paulo Lins, Sergio Vaz e Veronica Stigger.

Também estiveram presentes jornalistas, como Caco Barcellos e Maurício Kubrusly; e grandes atrações musicais, como Almir Sater; Biquíni Cavadão; Chico César; Demônios da Garoa; Ed Motta; Fernanda Porto; Funk Como Le Gusta; Jorge Aragão; Orquestra Bachiana Filarmônica SESI-SP, sob a regência do maestro João Carlos Martins; Pato Fu; Renato Teixeira; Sérgio Reis; Toquinho; Tiê; e Zélia Duncan.

18/12/17

“Pontos MIS”: vídeos produzidos durante oficina ministrada no Fliv 2017 são publicados no YouTube

Os participantes da oficina “Fazendo Cinema”, ministrada no último dia 24 de outubro, em meio à programação da sétima edição do Festival Literário de Votuporanga – Fliv, já podem conferir os resultados de seu trabalho no YouTube. 

Os curtas-metragens “Mundo Paralelo” e “Pré-conceito”, produzidos durante as duas sessões da capacitação, estão disponíveis no canal do Núcleo Educativo do Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP), responsável pela realização da atividade, e podem ser acessados, respectivamente, pelos links: goo.gl/xstGxA e goo.gl/ecfSAj.

Durante o Fliv 2017, a capacitação foi oferecida ao público gratuitamente, por meio do programa “Pontos MIS”, numa parceria entre a Secretaria da Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga e o MIS-SP.

No festival, a oficina “Fazendo Cinema” foi ministrada por Jéssica Brito, integrante do Núcleo Educativo do MIS, e propôs aos inscritos a experiência de produção de um curta-metragem, passando pelas etapas de construção de roteiro, filmagem e exibição do exercício audiovisual.

Durante a atividade, os participantes foram estimulados a desenvolver uma história em grupo, a partir de ferramentas utilizadas pela técnica cinematográfica, como planos, cenas e narrativas clássicas. 

Pontos MIS 
“Pontos MIS” é um programa de circulação e difusão audiovisual que tem por objetivos a formação de público e a circulação de obras cinematográficas. O projeto funciona num sistema de parcerias entre o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) e diversas cidades do Estado.

O MIS oferece a programação, enquanto os municípios se responsabilizam pela infraestrutura necessária para a implantação do programa, que inclui espaço adequado para as exibições, equipamentos, equipe e divulgação local.

Em Votuporanga, o programa foi estabelecido em 2016 e teve a estrutura do Centro de Cultura e Turismo “Marão Abdo Alfagali” como elemento decisivo para a efetivação da parceria entre o MIS e a Prefeitura, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo.

Atualmente, com o apoio do “Pontos MIS”, a sala Cinema Cultural do Centro de Cultura e Turismo recebe, de terça-feira a domingo, três exibições de filmes por dia. Os títulos exibidos tratam-se de produções premiadas, fora do circuito comercial e voltadas para diferentes públicos e faixas etárias. 

Além das sessões de cinema, Votuporanga também recebe, por meio do programa, uma série de atividades complementares mensais, que podem contemplar desde um bate-papo com um diretor até uma oficina audiovisual, voltada para áreas como fotografia, efeitos especiais e produção de curtas-metragens.

A agenda de atividades do “Pontos MIS” na cidade é atualizada semanalmente e pode ser conferida no site da Prefeitura de Votuporanga, por meio do link: goo.gl/69wtof.

Guia

  • Agência Bancária
  • Farmácia/Drogaria
  • Hotéis
  • Imobiliárias
  • Lanchonete
  • Pizzaria
  • Ponto de Táxi
  • Restaurante
  • Serviço Médico
  • Postos de Combustível
  • Transporte
  • Emergência