NOVIDADES

07/12/20

Clube da Leitura de contos terá encontro inaugural no FLIV

O Festival Literário de Votuporanga – FLIV está com uma programação diversificada na sua décima edição, que será promovida em formato on-line nessa semana, de 10 e 13 de dezembro. Entre as atividades formativas promovidas por um dos maiores eventos multiculturais do Estado, está o Clube da Leitura: Contos Brasileiros, que fará o seu encontro inaugural no dia 10 de dezembro, abordando obra de Clarice Lispector, em comemoração ao seu centenário.

O “Clube da Leitura: Contos Brasileiros” é promovido pelo IFSP Votuporanga e busca estimular o letramento literário, em que os textos serão lidos, previamente, pelos participantes e debatidos, por meio de uma plataforma virtual, sob a orientação de um professor da área de Letras e de um aluno bolsista.

“Não é necessário conhecimento formal de teoria literária. Toda a população é convidada a participar. Os contos serão apresentados, por meio de uma breve contextualização, e os participantes serão estimulados a apresentarem leituras e/ou impressões sobre as obras”, explicou o professor Eduardo Cesar Catanozi.

Espera-se, com o projeto, aproximar a literatura dos leitores, fomentando a criticidade e leituras menos referenciais de textos polissêmicos. A iniciativa é coordenada pelo Centro de Línguas (CeLin) do IFSP de Votuporanga, que conta com os professores Lucimar Bizio, Marina Machado, Maria Cristina Lalo, Aliana Camara e Eduardo Catanozi.

Os encontros semanais seguirão até fevereiro de 2020. Entre as escritores previstos para discussão, Machado de Assis, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Caio Fernando Abreu e Rubem Fonseca.

Inscrições

Interessados em participar do Clube de Leitura podem fazer a inscrição até dia 9. Os encontros serão on-line e gratuitos. Para confirmar a participação acesse o site http://vtp.ifsp.edu.br/.

FLIV On-Line

O Festival Literário de Votuporanga comemorará a marca de dez anos de encontro literário, de forma on-line. O novo formato anunciado pela organização, inclui apresentações virtuais. Toda a programação poderá ser conferida pelo canal do FLIV no Youtube.

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

04/12/20

FLIV On-line terá mesa-redonda com escritores do Prêmio São Paulo de Literatura

Proporcionar um encontro ainda mais próximo dos escritores é um dos objetivos do Festival Literário de Votuporanga – FLIV, que este ano comemora a sua 10ª edição em formato on-line, entre os dias 10 e 13 de dezembro. O evento multicultural, considerado um dos maiores do Estado, promoverá na sexta-feira (11/12), às 19h30, uma mesa-redonda virtual com os escritores Cristina Judar, Ronaldo Correia de Brito e Sérgio Rodrigues, finalistas e vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura. A mediação será feita por Paulo Werneck.

A mesa-redonda abordará a importância da produção e divulgação literária brasileira, além de prêmios e festivais literários como ações de estímulo aos novos talentos e de fortalecimento das políticas públicas de livro, leitura e escrita. Será abordado também o diálogo entre escritores e comunidades como ferramenta de mediação cultural, de formação de comportamentos leitores e de incentivo à produção literária. Os participantes inscritos terão direito a certificado.

O Prêmio São Paulo de Literatura, lançado em 2008, é uma realização da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O concurso seleciona anualmente os melhores livros de ficção, no gênero romance, escritos em língua portuguesa, originalmente editados e publicados no Brasil. São dois prêmios: Prêmio São Paulo de Literatura de Melhor Romance de Ficção e Prêmio São Paulo de Literatura de Melhor Romance de Ficção de Estreia.

O escritor Paulo Werneck será o mediador do encontro. Editor de livros, jornalista e tradutor literário, Werneck, desde 2017, edita a Quatro Cinco Um, considerada a revista dos livros. Traduziu Zazie no Metrô, de Raymond Queneau, A espuma dos dias, de Boris Vian, e Persépolis, de Marjane Satrapi, entre outras obras. Em 1999, publicou Cabras - Caderno de viagem, com Antonio Prata, Chico Mattoso e Zé Vicente da Veiga. Editou, com Chico Mattoso, a revista literária independente Ácaro. Trabalhou na Companhia das Letras, Cosac Naify e Folha de S.Paulo. Entre 2014 e 2016, foi o responsável pela curadoria da Festa Literária Internacional de Paraty. 

“Para nós é uma honra receber essa mesa-redonda. O Prêmio São Paulo de Literatura é reconhecido internacionalmente por incentivar a produção literária. Esse bate-papo proporcionará um conhecimento muito rico para o nosso público. O FLIV proporciona essa experiência, que é deixar escritores e leitores cada vez mais próximos”, comentou a secretária de Cultura e Turismo, Silvia Stipp.

A mesa-redonda será promovida por meio de parceria com o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo – SisEB, que é colaboradora do Festival Literário de Votuporanga. Para participar, basta acessar o canal do FLIV no Youtube. As inscrições já estão abertas na agenda do site do SisEB (http://cadastro.siseb.org.br:8090/workshop/inscrito/novo). O webinar também será transmitido pelo canal do SisEB no Youtube - https://www.youtube.com/sisebsp. Certificados serão enviados apenas para os inscritos.

Sobre os escritores

Cristina Judar é autora das HQs Lina e Vermelho, Vivo, e do livro de contos Roteiros para uma Vida Curta (Menção Honrosa – Prêmio SESC de Literatura 2014). Seu romance Oito do Sete foi finalista do Prêmio Jabuti 2018 (categoria Melhor Romance) e ganhador do Prêmio São Paulo de Literatura 2018 (categoria Melhor Romance – autores estreantes acima de 40 anos). Coorganizou as antologias A Resistência dos Vaga-lumes (2019) e Pandemônio: nove narrativas entre São Paulo - Berlim (2020).

Ronaldo Correia de Brito é contista, romancista e dramaturgo. Participou do FLIV 2014. Autor do romance Galileia, vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura 2009. Publicou os volumes de contos Faca, Livro dos Homens, Retratos imorais, O amor das sombras e os romances Estive lá fora e Dora sem véu. Tem livros e contos traduzidos para o francês, espanhol, inglês, alemão, italiano, búlgaro, húngaro, hebraico, e adaptados para cinema e televisão. 

Sérgio Rodrigues é um escritor e jornalista mineiro que vive no Rio de Janeiro. Seu romance O drible ganhou o Portugal Telecom (atual Oceanos) de 2014, além de ser finalista do Prêmio São Paulo de Literatura e do Jabuti. Entre os dez títulos que publicou destacam-se ainda A visita de João Gilberto aos Novos Baianos (contos), Elza, a garota (romance) e Viva a língua brasileira! (não ficção). Tem livros lançados na Espanha, nos Estados Unidos, na França e em Portugal. É colunista da Folha de S.Paulo e roteirista do Conversa com Bial.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa, e Prefeitura de Votuporanga. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

04/12/20

Cia. Aliteatro é atração confirmada no FLIV On-Line

Toda a região Noroeste Paulista já se prepara para quatro dias de programação do Festival Literário de Votuporanga – FLIV, que comemora dez anos de história na edição que será promovida on-line entre os dias 10 e 13 de novembro. Depois de anunciar Pedro Bandeira como escritor homenageado, a organização confirma a volta da Cia. Aliteatro para um dos maiores eventos multiculturais do Estado.

O grupo, que além de ser o responsável pelo receptivo no FLIV de 2019 e de animar o público com divertidas apresentações, é formado por três artistas que promovem a arte da “palhaçaria”. Com três anos de história, já lançaram dois espetáculos, que serão exibidos durante a programação do Festival Literário de Votuporanga.

O público poderá conferir as histórias “O Poderoso Palhaço” e “Os Outros Reservas”. Por conta da pandemia, este ano o Festival terá transmissão ao vivo pelo canal do evento no Youtube. O novo formato levará a programação para todo o mundo, por meio da conexão com a internet.

A história do “O Poderoso Palhaço” é marcada por muita diversão e criatividade. Depois do "Mafioso Pápa" passar desta para melhor (ou não), seus três "figlios" descobrem, pelo testamento, que um deles será o novo líder, com a missão de continuar o legado da "Famiglia". Assim, depois de uma incrível e divertida competição, onde a plateia será o Júri, Giuseppe, Luigi e Roberto mostrarão todas suas qualidades "mafiosisticas" para conquistar o tão sonhado "Paletó".

Já em “Os Outros Reservas” mais um toque de comédia. Durante o FLIV, a plateia virtual conhecerá os palhaços jogadores mais talentosos de todos os tempos, porém não compreendidos pela humanidade. Em uma odisseia de divertidos minutos, eles mostrarão que, além de exímios jogadores, também são engenheiros, lutadores, rock star, gamers e peritos em ressurreição. “Os Outros Reservas” traz também outra visão sobre a imagem dos jogadores e mostra o lado avesso do “show do futebol”.

“A programação, que atende ao novo formato do Festival, reunirá atrações para a família toda. E, neste ano, todo mundo poderá conferir de casa e levar a programação para outras regiões do nosso País”, destacou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa, e Prefeitura de Votuporanga. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

Relação forte com o FLIV

Em 2019, um temporal marcou a história do Festival Literário de Votuporanga. Os palhaços da Cia. Aliteatro acompanharam tudo de perto e tiveram um papel fundamental para tranquilizar e proteger as crianças, que participavam de uma das atrações do evento. Eles e outros heróis dessa história foram reconhecidos pela organização do Festival, que prestou uma homenagem a dezenas de profissionais que estiveram envolvidos nesse acolhimento.

Essa história foi transformada em um novo espetáculo pelo ator Robertt Morreto, um dos palhaços do trio. “O Perico”, que estreiou nesta quarta-feira (2/12), em Presidente Prudente, apresenta a saga do palhaço Perico, que demonstra as mais incríveis e surreais técnicas bombeirísticas, desde a extinção de incêndio, remendos de machucados, manobras de ressuscitação, até as mais altas técnicas de pajelança e salvamento de animais.

Morreto teve o despertar de sua primeira produção solo depois de vivenciar a tempestade que causou o desabamento de um galpão e parcialmente de outro do FLIV. “Não que eu fale da tragédia, mas o espetáculo traz uma inquietação que esse fato trouxe para a minha vida, unindo duas profissões que fazem parte da minha vida: o palhaço e o bombeiro”, destacou. O artista ajudou a coordenar a transferência de cerca de 560 crianças, professores e funcionários, para um local seguro, além de contribuir para deixar todos mais tranquilos.

03/12/20

Pedro Bandeira é o escritor homenageado do FLIV

Faltam menos de dez dias para um dos maiores eventos multiculturais do Estado, que neste ano será em novo formato. O Festival Literário de Votuporanga – FLIV será entre os dias 10 e 13 de dezembro, com transmissão ao vivo pelo Youtube. Neste ano, o escritor homenageado será Pedro Bandeira, reconhecido internacionalmente pelas suas obras infanto-juvenis.


Pedro Bandeira é um escritor brasileiro para crianças e jovens que já vendeu mais de 26 milhões de exemplares de seus livros. Entre suas obras, destacam-se "A Droga da Obediência", "A marca de uma lágrima" e "O fantástico mistério de Feiurinha", entre mais de 140 trabalhos publicados.


“Nos seus dez anos, o FLIV é reconhecido por despertar o interesse pela leitura de diversos públicos, principalmente das crianças. Com a homenagem feita a Pedro Bandeira, nesta edição, reforça essa missão, de continuar construindo leitores”, destacou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.


O Festival Literário de Votuporanga já homenageou outros grandes nomes da literatura brasileira, entre eles Maria Valéria Rezende, Paula Pimenta, Arnaldo Antunes, Cora Coralina, Manoel de Barros, Vinícius de Moraes e Lygia Fagundes Telles.


Carreira literária de Pedro Bandeira


Jornalista de formação, Pedro Bandeira passou a se dedicar integralmente à literatura infanto-juvenil a partir de 1983, com seu primeiro livro "O Dinossauro Que Fazia Au-Au". Logo no ano seguinte publicou “A Droga da Obediência” que iniciou a série de aventuras com “Os Karas” - um grupo formado por cinco jovens corajosos que se arriscam como agentes secretos, que enfrentam terríveis vilões.


Em suas obras, Pedro Bandeira utiliza recursos da psicologia do desenvolvimento do ser humano, abordando questões que envolvem seu público, desde as fases em que as crianças se apoiam totalmente nos pais, até o momento em que começamos a buscar sua própria independência.


FLIV on-line


O Festival Literário de Votuporanga comemorará a marca de dez anos de encontro literário, de forma on-line. O novo formato anunciado pela organização, inclui apresentações virtuais, com atividades também em formato drive-in. Toda a programação poderá ser conferida pelo canal do FLIV no Youtube.


A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa, e Prefeitura de Votuporanga. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.


Festival Literário de Votuporanga


O Festival Literário de Votuporanga – FLIV é promovido desde 2011, quando colocou Votuporanga na rota dos destinos turísticos, culturais e literários do País. Com o objetivo de formar leitores, o evento já atraiu milhares de pessoas para uma programação diversificada, que inclui encontro com escritores, dança, música, apresentações de espetáculos teatrais, além da valorização da cultura e dos artistas locais e de outras manifestações culturais.

 

Em 2019, o Festival teve recorde de atividades promovidas. Durante nove dias, a programação contou com mais de 450 ações, que aconteceram em 17 espaços preparados para o evento, no Parque da Cultura “Profª Adoração Esteves Garcia Hernandez”. Centenas de pessoas, de escolas e entidades da cidade e região visitaram o evento e aproveitaram a programação formada por oficinas, exposições, contações de histórias, paradas poéticas, shows musicais, filmes, palestras, atividades recreativas, intervenções, espetáculos teatrais, bate-papo com escritores e praça de alimentação.

01/12/20

FLIV 2020 está confirmado em versão on-line

Votuporanga comemora a 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV em formato on-line, entre os dias 10 e 13 de dezembro. Um dos principais encontros multiculturais do País virá num formato especial, por conta das normas de segurança contra a pandemia. A maior parte da programação será on-line, com eventos no formato drive-in. 

A confirmação foi dada nesta quarta-feira (25/11) pela Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura de Votuporanga. “Não poderíamos deixar de promover o FLIV, principalmente, no aniversário de 10 anos. Por isso, buscamos um novo formato e uma programação que sobretudo vai valorizar a classe artística, com a geração de renda, a principal prejudicada com o Covid-19. Pretendemos manter o compromisso com a literatura, agregando informações e cultura para toda a família. E por ser on-line, o FLIV poderá atingir novos públicos”, destacou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga. 

O público poderá conferir todas as atividades que serão transmitidas por meio do canal no Youtube e redes sociais do Festival, da Prefeitura e Secretaria da Cultura e Turismo. A programação também inclui apresentações que poderão ser conferidas no modelo drive-in, respeitando todos os protocolos sanitários.

A programação completa será divulgada nos próximos dias, mas inclui apresentações de espetáculos, bate-papo com escritores, dança, contação de histórias, oficinas e muito mais. Inscreva-se no canal do youtube que tem o link disponível em www.facebook.com/flivotuporanga e no Instagram pelo @flivotuporanga

Realização
A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga será realizada pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São Paulo – SisEB e Prefeitura de Votuporanga. Recebe o apoio da Facchini S.A. por meio do Programa de Ação Cultural – Proac - ICMS.

Festival Literário de Votuporanga
O Festival Literário de Votuporanga – FLIV é promovido desde 2011, quando colocou Votuporanga na rota dos destinos turísticos, culturais e literários do País. Com o objetivo de formar leitores, o evento já atraiu milhares de pessoas para uma programação diversificada, que inclui encontro com escritores, dança, música, apresentações de espetáculos teatrais, além da valorização da cultura e dos artistas locais e de outras manifestações culturais.

Em 2019, o Festival teve recorde de atividades promovidas. Durante nove dias, a programação contou com mais de 450 ações, que aconteceram em 17 espaços preparados para o evento, no Parque da Cultura “Profª Adoração Esteves Garcia Hernandez”. Centenas de pessoas, de escolas e entidades da cidade e região visitaram o evento e aproveitaram cada momento de oficinas, exposições, contações de histórias, paradas poéticas, shows musicais, filmes, palestras, atividades recreativas, intervenções, espetáculos teatrais, bate-papo com escritores e praça de alimentação.

28/10/19

Orquestra Projeto Sinfônico encanta o público no encerramento do FLIV

Uma das riquezas musicais de Votuporanga é a Orquestra do Projeto Sinfônico da Secretaria de Cultura e Turismo de Votuporanga que reúne músicos de todas as idades e talentos regidos pelo Maestro Mazinho Sartori. Neste domingo (27/10), a apresentação do grupo esteve entre as várias atividades do Festival Literário de Votuporanga – FLIV e contou ainda com a regência dos professores Alex Massuia Júnior e Mariane Lagoin da Mata.

A Orquestra esteve no palco externo do Centro de Informações Culturais e Turísticas – CIT “Marão Abdo Alfagali” e se apresentou para uma plateia lotada. Composta por músicos convidados, alunos e professores da Escola Municipal de Artes “João Cornachione” (Oscarito), o grupo está sempre presente nas principais datas comemorativas de Votuporanga, como o aniversário da cidade e os festejos de Natal, além de preparar diversos espetáculos abertos ao público ao longo do ano. Eles executam obras do repertório erudito, clássicos populares e trilhas de cinema.

É fruto do trabalho desenvolvido pela Prefeitura no fomento a práticas culturais, formação de artistas e de público, e de incentivo às artes. A finalidade é oferecer aos músicos aprendizes um ambiente propício às experimentações de todo o conteúdo abordado em aulas teóricas e de técnicas instrumentais. 

A Escola Municipal de Artes fica na Rua São Paulo, 3546, anexa à Concha Acústica e atende pelo (17) 34224288.

28/10/19

Encerramento do FLIV é marcado por cerimônia de casamento

Após nove dias de uma intensa programação, o Festival Literário de Votuporanga – FLIV terminou neste domingo (27/10) com um momento bastante inusitado. Os artistas votuporanguenses Ticko Bboy e Vitória Gabriela Rapassi casaram-se numa cerimônia realizada por um pastor durante o pôr do sol, embaixo da árvore de corações, do Parque da Cultura. A celebração reuniu os familiares do casal e também dezenas de curiosos, visitantes do festival.

A entrada de Vitória foi acompanhada pela marcha nupcial executada em flauta pelo maestro Mazinho, da Orquestra Projeto Sinfônico da Secretaria de Cultura e Turismo.

A ideia surgiu ainda na organização do Festival Literário, quando Ticko Bboy mencionou para a secretária de Cultura e Turismo Silvia Stipp e para a diretora de Cultura Marinês Manhani de Lima que se casaria no dia 14 de dezembro (data oficial escolhida pelo casal). “Eles sempre participam do nosso festival e se dedicam muito à nossa programação. Pela dança, eles construíram essa linda história. Então, achamos muito justa e pertinente a escolha deste espaço para celebrarem o amor”, comemorou Silvia.

 Os dois estão juntos desde 2012. “Aqui tem tudo o que nós gostamos e foi lindo, realmente combinou com a nossa história”, comentou Ticko Bboy, de 37 anos, ao lado da noiva emocionada, de 25 anos de idade. Os pais de Vitória também participaram do FLIV com uma loja de decoração e presentes.

A celebração, inicialmente prevista para 14 de dezembro, será mantida com um grande evento realizado para amigos e familiares.

A maior edição da história

O Festival Literário de Votuporanga encerrou a programação neste domingo (27/10), com recorde de atividades promovidas. Durante nove dias, a programação contou com mais de 450 ações, que aconteceram em 17 espaços preparados para o evento, no Parque da Cultura “Profª Adoração Esteves Garcia Hernandez”. Centenas de pessoas, de escolas e entidades da cidade e região visitaram o evento e aproveitaram cada momento de oficinas, exposições, contações de histórias, parada poética, filmes, atividades recreativas, intervenções, espetáculos teatrais e bate-papo com escritores.

Pela primeira vez, o Festival homenageou duas escritoras. Maria Valéria Rezende, que lançou o seu primeiro livro às vésperas de completar 60 anos, participou de um bate-papo com os leitores e admiradores de suas obras, que já ganharam diversos prêmios como Jabuti e Casa de Las Américas, na segunda-feira (21/10). Alguns de seus trabalhos inspiraram nomes de espaços do evento. Já Paula Pimenta, considerada como uma das principais escritoras infantojuvenil do Brasil, esteve em Votuporanga na sexta-feira (25/10).

Durante toda a semana, o público pode conversar com escritores. Foram seis dias de bate-papo, incluindo encontros, além das escritoras homenageadas, com o cartunista Caco Galhardo, Thiago Souto, Raphael Montes e Rodrigo Ciríaco. As conversas foram mediadas pelo curador do FLIV 2019, Pierre Ruprecht. No domingo (27/10), foi a vez dos escritores de Votuporanga e região lançarem suas obras e conversar com os leitores, num encontro mediado por Reynaldo Damázio, coordenador do Centro de Apoio ao Escritor – CAE, do MuseuCasa das Rosas.

Além das contações de histórias e da atração que recebeu as crianças durante toda a semana, a programação contou com oficinas de HQ e Maker, além de artesanato, atividades recreativas, batalhas de poesias, jogos, aulas livres de dança, exposições “Breu”, “Poesia de Ver”, “Litterarum Amor” e “Retrospectiva Natanael Longo” e lançamento de livros. Alunos e professores da Unifev promoveram diversas intervenções, incluindo atividades dos cursos de arquitetura e urbanismo, fisioterapia, medicina, nutrição e psicologia.

Atrações também envolveram crianças com idades entre zero e quatro anos de idade. Entre elas, contações de histórias, oficinas de musicalidade brincante e construção de fantoche, promovidas no espaço da Primeiríssima Infância, que este ano ganhou o nome de “Mundo Encantado”.

Passaram pelo palco principal do Parque da Cultura, os cantores Paula Lima e Rubel, além do grupo de música raiz do Conservatório de Tatuí, Coral Canto Livre da Secretaria de Cultura e Turismo de Votuporanga e o espetáculo “Oi, Lá Inezita”. Todas as noites, a programação foi animada por grupos de Votuporanga, no “Sarau Cultural”, promovido no “Vasto Mundo – Galpão Principal”.

“Já estamos pensando na programação que marcará a décima edição do Festival Literário de Votuporanga, que tem entre as missões, desde o seu primeiro ano, despertar o interesse pela leitura e informação. O FLIV é destaque nacional, por conseguir abranger várias linguagens e para todas as idades”, comemorou a secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga, Silvia Stipp.

 Heróis do FLIV

A emoção também marcou um dos dias do Festival Literário de Votuporanga, que reconheceu a boa atuação de diversos profissionais que buscaram acalmar e dar segurança para as crianças que participavam da programação do FLIV, durante o temporal que atingiu a cidade no dia 21 de outubro, com ventos que chegaram a 80 km/h.

O bombeiro Robertt Allan Moreto de Oliveira, palhaço da Cia. Aliteatro, Marinês Manhani de Lima, diretora do Departamento de Cultura, da Secretaria de Cultura e Turismo de Votuporanga, a servidora da Secretaria de Cultura e Turismo Adriana Gereiz, os artistas Ticko BBoy, Álvaro Rovares e Letícia Mirele, a servidora Maria Madalena Moreira, além de 56 professores, técnicos e estagiários da Secretaria Municipal da Educação, bombeiros, agentes de trânsito, profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu e brigadistas, receberam o título de “Heróis do FLIV”.

FLIV 2019

O 9º Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2019, de 19 a 27 de outubro, foi uma realização do Ministério da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Prefeitura de Votuporanga. Recebe o apoio da Lei de Incentivo à Cultura e do Programa de Ação Cultural - PROAC. Tem o patrocínio das empresas Sabesp, Ambev e Facchini e o Co-Patrocínio da Levity, Unifev e Itamarati. As empresas apoiadoras do FLIV são Cantoia Figueiredo, Básica, Porecatu Supermercados, Converd, Fiorilli Software, BIM Ferro Velho São Paulo e Kopenhagen. Conta com a colaboração da Casa das Rosas, Pontos MIS e SP Leituras, a promoção da TV TEM e execução da Associação Paulista de Amigos da Arte – APAA. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga

26/10/19

Último dia do FLIV tem bate-papo com escritores regionais e Orquestra Projeto Sinfônico

O domingo (27/10) deve atrair centenas de pessoas para o Parque da Cultura “Profª Adoração Esteves Garcia Hernandez”, no último dia do Festival Literário de Votuporanga - FLIV. Um dos maiores eventos multiculturais do País fecha a programação com atrações como oficinas, contações de histórias, bate-papo com escritores regionais e apresentação da Orquestra Projeto Sinfônico, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. 

A partir das 15h, no Cinema Cultural, quem visitar o Fliv conhecerá as obras dos escritores de Votuporanga e região. No total, 13 escritores participam, sendo Marcelo Bechara Frange (Tanabi), Marilene Pacheco Teubner (Urânia), Luciano Muchiotti (Votuporanga), Elaine Cristina Ferreira de Oliveira (Votuporanga), Ravel João da Silva Gimenes (Votuporanga), Ricardo dos Anjos (Votuporanga), Raul Marques (São José do Rio Preto), Regina Hercos (Votuporanga), Gilsa da Rocha Magri (Votuporanga), Alice Alves Rangel Lopes (Votuporanga), Tony Rocha (Votuporanga), Waliz Tomenasci (Votuporanga), Manoel Ruiz Filho (Votuporanga). A mediação será feita por Reynaldo Damazio, coordenador do Centro de Apoio ao Escritor – CAE, do Museu Casa das Rosas. 

A Orquestra Projeto Sinfônico, da Secretaria de Cultura e Turismo de Votuporanga, se apresenta no Auditório Externo – 1º Piso do Centro de Informações Culturais e Turísticas – CIT “Marão Abdo Alfagali”. A Orquestra de Câmara da Escola Municipal de Artes é um grupo voltado à prática de conjunto, como atividade curricular dos cursos oferecidos pela municipalidade através do “Projeto Sinfônico”, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo. A finalidade é oferecer aos músicos aprendizes um ambiente propício às experimentações de todo o conteúdo abordado em aulas teóricas e de técnicas instrumentais. Sob regência do Prof.º Alex Massuia e coordenação
do Maestro Mazinho Sartori, a Orquestra executa obras do repertório erudito, clássicos populares e trilhas de cinema. 

Outras atividades

Com programação para a família toda, o FLIV começa neste domingo às 10h, com oficinas de xadrez, graffiti, artesanato, noções básicas para desenhos de livros infantis, musicalidade brincante e possibilidades sonoras, tintas de terra, urban sketchers, vivência em terapia do som, danças, relicário de memórias, ballet aéreo, yoga, slackline, capoeira kids. Entre as atividades da Primeiríssima Infância, o “Lê no Ninho”, voltado para estimular o gosto pela leitura entre crianças de seis meses a quatro anos.

Ainda terá Toca do Tabuleiro, apresentação do Kung Fu, Arte e Filosofia, pelo ProAC Município Votuporanga, e do “Movimento é de Angola – Vivenciando a Capoeira Angola”, além do show “Elas cantam elas: mulheres na música brasileira”. As contações de histórias com a Cia. Entre Aspas e a tia Stella.  

Já a Cia. Aliteatro apresenta o espetáculo “O poderoso palhaço”, às 17h, no Auditório Externo do CIT. Após o “Mafioso Pápa” passar esta para melhor, seus três “figlios” descobrem, pelo testamento, que um deles será o novo líder, para continuar o legado da “Famigli”. Assim, depois de uma incrível e divertida competição, onde a plateia será o Júri, Giuseppe, Luigi e Roberto, mostrarão todas suas qualidades ‘mafiosisticas” para conquistar o tão sonhado “Paletó”. 

O grupo, às 10h, ministrará a oficina “Palhaço para pais e filhos”. É por meio de um encontro divertido e brincante que o público estreitará e fortalecerá o vínculo afetivo entre pais e filhos. A oficina promoverá um encontro mais profundo e intenso, diferente da atualidade, onde tudo é tecnológico, superficial e que exige um retorno imediatista. Por meio da oficina, a Cia compartilha eu modo de pensar, criar e dialogar, para propiciar momentos lúdicos, de maior contato físico e emocional.

A programação completa está disponível no site www.flivotuporanga.com.br

26/10/19

Inezita Barroso será homenageada em espetáculo no FLIV

Fãs e admiradores da Inezita Barroso poderão matar um pouco da saudade da cantora, atriz e apresentadora no espetáculo “Oi Lá, Inezita”, que será apresentado neste sábado (26/10), às 20h30, no Palco Principal do Parque da Cultura dentro da programação do Festival Literário de Votuporanga – Fliv. O show é da Cia. Cênica e terá o acompanhamento de uma intérprete de Libras – Língua Brasileira de Sinais.

Além da Inezita Barroso, recriada por três atrizes, o espetáculo traz à cena alguns dos personagens que ela apresenta nas músicas que interpretou e outros, os quais poderia ter conhecido em seus encontros e viagens de pesquisa sobre nossas manifestações populares. Não se trata, portanto, de uma produção biográfica, mas de uma fábula que carrega consigo o amor de Inezita pela cultura de raiz brasileira, pelo ser caipira, e a sua luta pessoal para romper paradigmas machistas de nossa sociedade.

“A ideia de montar o espetáculo “Oi lá, Inezita” – surgida há mais de um ano – ganha força quando a companhia é homenageada pela Assembleia Legislativa de São Paulo com o Prêmio Inezita Barroso, dedicado a artistas e personalidades que contribuíram com a cultura caipira e popular em nosso Estado. O prêmio concedido pelo SESI SP por meio do Edital de Montagens Inéditas tornou isso possível. Durante 4 meses o grupo se dedicou a estudos sobre a vida e a obra desta intérprete, musicista, biblioteconomista, mãe, professora, atriz e apresentadora de vários programas de rádio e televisão, optando por mergulhar na Inezita folclorista, pesquisadora, difusora e defensora da cultura popular brasileira e, em especial, da caipira”, destacou Fagner Rodrigues, diretor da Cia. Cênica.

Outros espetáculos

Outros dois espetáculos marcam a programação do penúltimo dia do Fliv. Às 17h30, no Auditório Externo – 1º Piso do Centro de Informações Culturais e Turísticas “Marão Abdo Alfagali” - CIT, tem a apresentação da peça infantil “Loucas Mulheres”, com Zilda Arali. A história diz respeito a possibilidades de diálogo da dança com outro objeto artístico: a Literatura. Fundamenta-se na tradução da linguagem escrita para a linguagem da dança, suas singularidades e expressa movimento dramático expressivo e poético. Baseia-se nas obras de Gabriela Mistral, na investigação de elementos que possam tornar ou traduzir a escrita poética e suas imagens em movimento: ação realizada pela óptica gestual da dança. A classificação é livre e terá intérprete de Libras.

Já às 18h30 tem a estreia de “Dos Confins do Beleléu”, com Abayomi Cia. de Teatro. Na trama, Saci-Pererê é arrastado das matas pela lama dos rejeitos do rompimento da barragem. Sozinho, na cidade, encontra o Velho do Saco que vai tentar capturá-lo. A apresentação será no Cinema Cultural do CIT.

Unifev no FLIV neste sábado

A programação do Festival Literário de Votuporanga também inclui oficinas e intervenções que serão realizadas por alunos de cursos da Unifev, co-patrocinadora do evento. A instituição fará neste sábado diversos atendimentos com o “Circuito Saúde Unifev”, das 9h às 18h, entre eles testes, atividades e orientações.

Os alunos do Centro Acadêmico de Medicina abordarão a importância da prevenção do câncer de mama e de colo de útero, com yoga, zumba e orientações sobre autodefesa. A ação será no Parque da Cultura, a partir das 18 horas. Pela manhã, a partir das 10h, o grupo de Sorriterapeutas da Unifev convidará o público a participar de atividades com música e confecção de origami. Já o curso de fisioterapia promoverá a atividade de slackline às 10h e às 18h. A atividade gera o treinamento de equilíbrio corporal e práticas lúdicos para adultos e crianças. 

Oficinas e contações de histórias

O sábado (26/10) será marcado por boas histórias com as contações da tia Stella, Ricardo Diaz e Aline Botelho. Também terão oficinas de dança, artesanato, graffiti, tintas de terra, musicabilidade brincante e possibilidades sonoras, confecção de móbile de tsuru, introdução à fotografia digital, kokedama, cartum, relicário de memórias, ballet aéreo, yoga, slackline, dança de salão e capoeira kids. O público ainda pode conferir a Toca do Tabuleiro, as exposições “Retrospetiva Natanael Longo”, “Poesia de Ver”, “Litterarum Amor” e “Breu” e a apresentação “Jongo: resgatando raízes (ProAC)” e do grupo de capoeira da Secretaria de Esportes e Lazer de Votuporanga.

A programação ainda conta com o lançamento do aplicativo “Museu Virtural”, com Leandro Ferreira de Oliveira. A ferramenta que permite obter informações sobre as obras e informações do Museu Municipal “Edward Coruripe Costa”, foi desenvolvido por incentivo do ProAC Município Votuporanga.

Outras atrações do sábado serão Pedagogia dos Saraus e Sarau Resistência Periférica, com Rodrigo Ciríaco. “A presença de estado do palhaço”, com a Cia. Aliteatro, compartilhará técnicas e vivências, além da valorização e a vivência do “estar presente do palhaço”.

Primeiríssima Infância

Na primeiríssima infância, terá a oficina “Lê no Ninho”, com Letícia Fagiani e Aletéia Fagiani, às 11h e às 13h. O programa tem como objetivo fomentar o gosto pela leitura entre crianças de seis meses a 4 anos. Para isso, conta com um ingrediente-chave: o lúdico e o vínculo afetivo entre os pequenos e seus cuidadores. Assim, ao longo dos 45 minutos de duração de cada sessão, as crianças ouvem histórias, brincam e cantam em um ambiente aconchegante, tendo seus cuidadores como parceiros.

Sarau Cultural

Para encerrar a programação do sábado, o Sarau Cultural terá dobradinha entre Sarah Celi, com pop-rock nacional, anos 90, MPB e músicas francesas; e também Amadeu Álamo e Banda, que trará para o palco do “Vasto Mundo – Galpão Principal” um ambiente alternativo e agradável com o melhor do rock. As apresentações começam às 21h40, logo após o espetáculo “Oi Lá, Inezita”.

A programação completa está disponível no site www.flivotuporanga.com.br

FLIV 2019

O 9º Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2019 começou no dia 19 e termina neste domingo (27) após mais de 450 atividades gratuitas, numa realização do Ministério da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Prefeitura de Votuporanga. Recebe o apoio da Lei de Incentivo à Cultura e do Programa de Ação Cultural - PROAC. Tem o patrocínio das empresas Sabesp, Ambev e Facchini e o Co-Patrocínio da Levity, Unifev e Itamarati. As empresas apoiadoras do FLIV são Cantoia Figueiredo, Básica, Porecatu Supermercados, Converd, Fiorilli Software, BIM Ferro Velho São Paulo e Kopenhagen. Conta com a colaboração da Casa das Rosas, Pontos MIS e SP Leituras, a promoção da TV TEM e execução da Associação Paulista de Amigos da Arte – APAA. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga

28/10/19

Organização do FLIV homenageia “heróis” do temporal que atingiu Votuporanga na segunda-feira

A atuação de diversos personagens reais do Festival Literário de Votuporanga – FLIV, durante o temporal que atingiu a cidade na tarde de segunda-feira (21/10), foi reconhecida nesta sexta-feira (25/10). A organização de um dos maiores eventos multiculturais do País preparou uma surpresa, envolvendo cada profissional que garantiu a segurança e a calma das crianças, adolescentes e adultos que participaram da programação do dia. 

A imaginação dos livros se confundiu com a realidade. No momento da ventania – que chegou a 80 km/h de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) – centenas de crianças acompanhavam a contação “Histórias de piratas em: o tesouro perdido”, com Cia. Entre Aspas. “Muitos disseram que o nosso livro era mágico e tinha trazido a chuva”, comentou os artistas Álvaro Rovares e Letícia Mirele. 

Foi neste momento que entraram em cena os “heróis” do Festival Literário de Votuporanga, entre eles o palhaço da Cia. Aliteatro, o bombeiro Robertt Allan Moreto de Oliveira. “Ele foi essencial para que fossem escolhidas as melhores medidas, com o objetivo que as crianças ficassem calmas e se sentissem protegidas”, comentou Marinês Manhani de Lima, diretora do Departamento de Cultura, da Secretaria de Cultura e Turismo de Votuporanga, que também foi reconhecida pela importante atuação. 

Além de Robertt e Marinês, também receberam o título de “Heróis do FLIV”, a servidora da Secretaria de Cultura e Turismo Adriana Gereiz, os artistas Ticko BBoy, Álvaro Rovares e Letícia Mirele, a servidora Maria Madalena Moreira, além de 56 professores, técnicos e estagiários da Secretaria Municipal da Educação, bombeiros, agentes de trânsito, profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu e brigadistas. 

“O trabalho em equipe foi maravilhoso e ficamos tranquilos ao perceber todos os visitantes em segurança. Agradecemos muitíssimo a todos que contribuíram para que nenhum incidente ocorresse e que continuássemos o Fliv com a marca de excelência na programação e também na qualidade da infraestrutura, com ART e profissionais comprometidos”, finalizou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

FLIV 2019

O 9º Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2019 começou no dia 19 e segue até 27 de outubro com mais de 450 atividades gratuitas, numa realização do Ministério da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Prefeitura de Votuporanga. Recebe o apoio da Lei de Incentivo à Cultura e do Programa de Ação Cultural - PROAC. Tem o patrocínio das empresas Sabesp, Ambev e Facchini e o Co-Patrocínio da Levity, Unifev e Itamarati. As empresas apoiadoras do FLIV são Cantoia Figueiredo, Básica, Porecatu Supermercados, Converd, Fiorilli Software, BIM Ferro Velho São Paulo e Kopenhagen. Conta com a colaboração da Casa das Rosas, Pontos MIS e SP Leituras, a promoção da TV TEM e execução da Associação Paulista de Amigos da Arte – APAA. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga