NOVIDADES

05/08/14

Contação de histórias do Fliv resgata a memória circense entre o público infantil

Entre risos, aplausos, gargalhadas e sob os olhares atentos das quase 100 crianças com idades entre 6 e 10 anos, que ocupavam o “Espaço Cine Fliv”, na manhã desta terça-feira, dia 5 de agosto, o Palhaço Álvaro Rovares levou a magia do mundo do circo para os pequenos..

Álvaro comandou a contação de histórias baseada em um livro de sua própria autoria “A Cidade Alegria e os três palhaços”. A obra conta a história de três palhaços, “Lelé, Florzinha e Salxixa” que se encontram por acaso em um circo da Cidade Alegria e tornam-se amigos. De forma improvisada, Álvaro promove a interação total da plateia, tendo como objetivo principal o resgate da memória e da linguagem circense.

 “Trabalho como palhaço há 10 anos e aos poucos o circo foi sendo esquecido. Há crianças que nunca tiveram a oportunidade de assistir a um espetáculo circense. Meu objetivo é trazer isso de volta” destaca Álvaro.

Álvaro contou ainda, um pouco de suas experiências como palhaço, já trabalhou com oficinas de palhaço, no“Projeto Palhaços de Plantão” e “Projeto Escola” atendendo mais de sete mil crianças ao longo de sua carreira. Atualmente seu último trabalho é o espetáculo “O Circo”, através da “Cia Teatral Entre Aspas”.

Ruan, 10 anos, aluno do 4º ano daescola CEM “Prof. Geyner Rodrigues” assistiu atento ao espetáculo, “nunca tinhaido ao circo antes, gostei muito da experiência e quando for possível quero participar de novo”.

 

4ºFESTIVAL LITERÁRIO DE VOTUPORANGA

De 1º a 10de agosto

www.flivotuporanga.com.br

05/08/14

Fliv 2014 recebe mais de 2200 alunos no primeiro dia de agendamentos para escolas

São esperadas diariamente a visita de dois mil estudantes, com idades entre 4 e 21 anos, das cerca de 40 escolas da cidade de Votuporanga


Um dos públicos mais fiéis do Fliv – Festival Literário de Votuporanga, os alunos das redes municipal, estadual e privada de Votuporanga e região, têm um destino certo entre os dias 4 e 9 de agosto. No primeiro dia útil de agendamento para escolas, o festival já recebeu cerca de 2200 alunos.

São esperadas diariamente a visita de dois mil estudantes, com idades entre 4 e 21 anos, das cerca de 40 escolas da cidade de Votuporanga. Além disso, o festival recebe também a visita de alunos vindos de cidades da região como Fernandópolis, Parisi, Cardoso, Monções, Valentim Gentil, Jales, Cosmorama, entre outras.

Durante a visitação, além de participarem de contações de histórias, espetáculos teatrais, oficinas de artes e de conhecerem os espaços do Fliv, os estudantes da rede municipal de ensino ganham livros infantis, doados pelas escritoras e curadoras da Programação Infantojuvenil, Patrícia Engel Secco e Tarsilinha do Amaral.


4º FESTIVAL LITERÁRIO DE VOTUPORANGA

De 1º a 10 de agosto 

www.flivotuporanga.com.br

04/08/14

Interatividade virtual marca a abertura da série “Papo Cabeça” do Fliv 2014

Mundo digital, jovens digitais e uma vida digital. Estas foram as principais abordagens no primeiro “Papo Cabeça” do Fliv – Festival Literário de Votuporanga, realizado na manhã do dia 4 de agosto.

Realizada pelo Senac de Votuporanga, a série tem como principal objetivo, segundo a gerente do Senac na cidade, Eliane Godói, “estimular os jovens a lerem e a escreverem, usando uma linguagem que é comum e acessível a eles, a web”.

Para tanto, o professor Geraldo Peçanha de Almeida, responsável pela série, propôs uma atividade interativa para os mais de 200 jovens estudantes – em sua maioria do ensino médio - que ocupavam a Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado”. O professor criou um ambiente dinâmico, usando o aplicativo “WhatsApp” e fez exercícios de percepção sobre as diferenças entres os conceitos “navegar” e “naufragar na internet”. A interação foi totalmente virtual, via aplicativo.

O sucesso da atividade pode ser medido nas mais de 200 mensagens que o professor recebeu ao longo dos 90 minutos de duração do encontro.

Filtro - Para o professor, o cuidado na hora de filtrar as informações é essencial. “Se naufragarmos na web, nunca vamos conseguir conteúdos válidos e está aí a importância de usar a tecnologia com responsabilidade e a seu favor. Devemos navegá-la e filtrar as informações corretas”, disse.

Por meio desta atividade do Fliv, Peçanha quis mostrar que, mesmo em um momento de descontração, é possível pesquisar conteúdos informativos. Ele finalizou, afirmando ainda que “o professor pode e deve trazer a tecnologia para a sala de aula”. Vale ressaltar que Geraldo Peçanha é escritor de literatura infantil e de livros pedagógicos, com mais de 40 obras publicadas.

A série “Papo Cabeça” do Fliv ocorre ainda no dia 5 de agosto, terça-feira, em dois horários, às 10h e 14h, na Concha Acústica “Prof.Geraldo Alves Machado”.

 

4º FESTIVAL LITERÁRIO DE VOTUPORANGA

De 1º a 10 de agosto

www.flivotuporanga.com.br


04/08/14

Programação infantojuvenil do Fliv deixará legado para Votuporanga

A programação infantojuvenil da quarta edição do Fliv – Festival Literário de Votuporanga deixará legado para as mais de 40 escolas da rede pública de ensino da cidade. Equipamentos do “Espaço Brincar”e kits de livros inclusivos (livros que promovem a integração entre pessoas com e sem deficiência) serão doados para as escolas.

Segundo uma das curadoras da programação para crianças e jovens do Fliv, a escritora Patrícia Secco, as redes de ensino receberão kits de livros inclusivos da série “Um presente para todos nós”. A iniciativa vai ao encontro de um dos principais objetivos do Festival: despertar e aumentar o hábito da leitura nas crianças e jovens de Votuporanga, além de possibilitar a inclusão de alunos com deficiência visual à leitura.

Divididas em espaços como o Calçadão da Concha Acústica, o Cine FLIV, a Escola de Artes e o Espaço das Histórias, as atividades selecionadas foram pensadas com a intenção de divertir as crianças, de uma maneira lúdica.

A curadora Patricia Secco explica ainda que “o espetáculo ‘O Leão e o Ratinho’, da Cia. Fábrica de Sonhos, por exemplo, tem um foco muito grande nos valores humanos. Já a peça ‘O Beco’, encenada pelo Grupo Senac de Teatro, aborda temas como a urbanização, fazendo com que as crianças aprendam sobre o cuidado com os espaços públicos”. 

Patrícia ainda destaca a importância das crianças servirem como fiscais dos próprios pais, “quando uma criança aprende algo, de certa forma, ela acaba ensinando os pais, tornando-se o exemplo em casa”. 

Mundos dos livros - Já no “Espaço Brincar”, montado na Praça da Matriz, a responsável pela Cenografia do Fliv Silvia Engel, explica que os equipamentos foram montados a fim de possibilitar um mergulho na literatura. “A ideia é que as crianças tenham contato com o mundo dos livros, ver que é acessível”.

Os brinquedos foram pensados de forma lúdica e remetem ao universo literário, como um grande escorregador que lembra uma estante de livros, painel de palavras, chuva de letras, bancadas com livros suspensos, etc.

 

01/08/14

Fliv terá participação de 170 monitores durante os dez dias

Visitantes que passarem pelo Festival poderão contar com auxílio, orientações e informações de estudantes dos cursos de Licenciatura da Unifev

O Fliv – Festival Literário de Votuporanga contará mais uma vez com a participação dos estudantes dos cursos de Licenciatura da Unifev. Nesta edição 170 atuarão como monitores durante os dez dias do evento que começa nesta sexta-feira e segue até o dia 10 de agosto na Concha Acústica e Praça Dr. Fernando Costa.

Diariamente o evento terá 40 monitores que se revezarão em turnos. Eles irão acompanhar os alunos das escolas visitantes, além de prestar informações e orientações a toda população. Os alunos foram orientados pela organização do evento em uma reunião realizada na última quarta-feira (30/7) no auditório da Cidade Universitária da Unifev.

A secretária da Cultura e Turismo de Votuporanga, Silvia Stipp, afirma que a monitoria dos alunos é de extrema importância para a organização do evento.  

Organizado pela Associação Cultural Moinho de Ideias, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga, o Fliv contará com debates com escritores, lançamentos de livros, leitura de histórias, shows e espetáculos teatrais. Mais informações e a programação completa estão no site do Festival (www.flivotuporanga.com.br).

31/07/14

Abertura do Fliv e inauguração da Escola de Artes acontecem nesta sexta

Cerimônia terá início às 20h na Escola de Artes e segue às 20h30 no palco da Concha Acústica com abertura do Festival
 
O prefeito de Votuporanga Junior Marão inaugura a Escola Municipal de Artes nesta sexta-feira (01/8), às 20h, nas dependências da unidade, acompanhado da secretária da Cultura e Turismo, Silvia Stipp, e demais autoridades locais.
O prédio onde funcionava a Biblioteca Municipal de Votuporanga se tornou um espaço cultural que abriga projetos da Secretaria da Cultura e Turismo como, por exemplo, Música na Escola, Guri, Núcleo de Iniciação às Artes Cênicas, Corporação Musical Zequinha de Abreu, e Centro de Folclore.
A Escola Municipal de Artes conta hoje com 10 salas de aulas individuais, uma para percussão e duas para ensaios de grupos. Além do espaço cultural a estrutura do prédio ainda oferece banheiros masculino, feminino e para portadores de necessidades especiais, área administrativa e um auditório.
Abertura Fliv
Logo após o descerramento da placa da Escola Municipal de Artes as autoridades seguem para o palco da Concha Acústica onde haverá a abertura do Fliv, às 20h30. O evento contará com a presença de autoridades locais e representantes das empresas e instituições parceiras. 
Ao final da cerimônia, o público que estiver na Concha Acústica vai poder prestigiar gratuitamente o show “Amizade Sincera”, de Sérgio Reis e Renato Teixeira.  Amigos desde os anos 60, Renato e Sérgio são vizinhos e já trocaram diversas experiências musicais. 
A direção musical do show fica por conta dos próprios cantores. O repertório inclui composições que os fãs da música sertaneja rural brasileira conhecem bem como: Tocando em Frente, Romaria, Amora, Comitiva Esperança, O Menino da Porteira, Vide Vida Marvada, Frete e Trem do Pantanal.
A banda inclui dois filhos de Renato, Chico Teixeira no violão de doze cordas, e João Lavraz no baixo, e um filho de Sérgio Reis, Paulo Reis na viola de dez e violão. Completam o grupo Dudu Portes (renomado baterista que já tocou com Elis Regina) e Márcio Werneck (na flauta e clarineta).

30/07/14

Fliv começa nesta sexta-feira em Votuporanga

Evento terá como tema principal as reflexões sobre a palavra, que será debatida por autores renomados, e contará também com shows musicais

A partir desta sexta-feira (1º) e até o dia 10 de agosto, Votuporanga será palco de um dos maiores festivais culturais do estado, com espaço para debates com escritores, lançamentos de livros, leitura de histórias, shows e espetáculos teatrais. As atividades fazem parte da quarta edição do Festival Literário de Votuporanga (Fliv), organizado pela Associação Cultural Moinho de Ideias, em parceria com a Prefeitura de Votuporanga. 
O evento terá como tema principal as reflexões sobre a palavra, que será debatida por autores como Cristovão Tezza, Luiz Ruffato, Ignácio de Loyola Brandão, Paulo Lins, Ronaldo Correia de Brito, Chacal, Alice Sant’Anna, Antonio Geraldo Figueiredo Ferreira, além dos roteiristas Fernando Bonassi e Luiz Bolognesi e do músico Marcelo Yuka. Toda a programação é gratuita.
De acordo com a organização, a ideia é refletir sobre a palavra na atualidade, enfatizando as suas diferentes manifestações, seja nas ruas, nas redes sociais e na literatura. “Numa época sem utopia, a palavra oferece a sua resistência à massificação dos sentimentos. Levanta bandeiras, cria histórias e procura se expressar na prosa e na poesia”, disse o curador da Fliv, Heitor Ferraz Mello. Ele explicou que a escolha do tema partiu das manifestações de junho do ano passado e que o objetivo é ressaltar a importância dos diferentes usos que a palavra pode ter em um mundo de manifestações no qual as pessoas cada vez mais emitem suas opiniões. “É a palavra ganhando corpo nas manifestações, sonhando um caminho para o Brasil”, disse.
Na programação do Fliv, está o debate A Palavra País, com Paulo Lins e Luiz Ruffato. O romancista Cristóvão Tezza, autor de O Filho Eterno, falará sobre A Palavra Manifesta. Tezza foi professor de Língua Portuguesa na Universidade Federal do Paraná e falará sobre a palavra na literatura e em seus romances. Seu último livro, O Professor, tem como protagonista um velho filólogo desfiando sua memória. O escritor Ignácio de Loyola Brandão relembrará o golpe militar de 1964 e os 40 anos de seu livro Zero, proibido no Brasil na época da ditadura.
Para falar de poesia, duas gerações de autores do gênero participarão do festival: Chacal e Alice Sant’anna, escolhidos por serem de épocas que estão ligadas pelo redescobrimento da literatura e poesia dos anos 1970. Já Fernando Bonassi e Luiz Bolognesi participarão de uma mesa dedicada ao cinema. “A ideia é mostrar as semelhanças entre essas duas linguagens artísticas (literatura e cinema), sobretudo na criação de narrativas, roteiros e universos fictícios”, explicou o curador.
O Fliv terá ainda a apresentação de Sérgio Reis, Renato Teixeira, Biquini Cavadão, Chico César, da Orquestra Paulistana de Viola Caipira e do sambista Jorge Aragão. Mais informações e a programação completa estão no site do Festival                      (www.flivotuporanga.com.br).

29/07/14

Artesãos de Votuporanga irão expor seus trabalhos durante Festival Literário

Local de comercialização será a Galeria Central, no período de 01 a 10 de agosto, como parte da programação


Com objetivo de fortalecer o artesanato local a Secretaria da Cultura e Turismo de Votuporanga realizou, na tarde de segunda-feira (28/07), uma reunião com os artesãos da cidade para acertar os últimos detalhes sobre a participação deles durante o Fliv (Festival Literário de Votuporanga) que acontece no período de 01 a 10 de agosto na Concha Acústica “Prof. Geraldo Alves Machado” e Praça da Igreja Matriz.
Os artesãos locais terão um espaço exclusivo dedicado à arte na Galeria Central para expor e comercializar seus trabalhos das 8 às 22 horas e aos domingos das 12 às 22 horas, durante o período de realização do Festival. E, após o Fliv, os artesãos continuam no local em horário comercial.
“Para os artesãos, essa é uma oportunidade de divulgação e troca de experiências onde todos terão a chance de mostrar suas criações”, disse a secretária da Cultura e Turismo, Silvia Stipp.
A Galeria Central, que será inaugurada no dia 09 de agosto, às 9 horas, está localizada na Alameda Padre Edemur onde funcionava o antigo Teatro Municipal. Mais informações sobre a programação completa do Fliv podem ser obtidas no site do Festival (www.flivotuporanga.com.br).

29/07/14

Paulo Lins é o patrono da edição 2014 do Fliv

Autor do premiado livro “Cidade de Deus”, que deu origem ao longa de Fernando Meirelles, estará de volta na edição 2014

O roteirista e escritor Paulo Lins já demonstra ter uma relação e um carinho especiais com a cidade de Votuporanga. Depois de ter participado como um dos escritores convidados em 2013 do Fliv – Festival Literário de Votuporanga, o autor do premiado livro “Cidade de Deus”, que deu origem ao longa de Fernando Meirelles, estará de volta na edição 2014, desta vez numa condição de especial: será o patrono e o autor homenageado do festival. 
Além disso, por ter uma obra focada nas questões brasileiras, Paulo foi escolhido pelo curador do Fliv 2014, Heitor Ferraz Mello, para debater o tema “A Palavra País”, ao lado de Luiz Rufatto, dia 05 de agosto, às 19h30, na Escola de Artes.
“Sinto-me muito feliz em ser o patrono e homenageado. O Fliv foi um dos festivais literários que mais gostei de participar e adorei a cidade de Votuporanga. Tornei-me amigo de todos os organizadores, ajudando-os também a selecionar os participantes desse ano. Estou muito feliz de estar de volta a essa cidade maravilhosa e ao festival”, afirma o escritor.
A quarta edição do Fliv ocorre entre os dias 1º e 10 de agosto. O público poderá participar de uma série de atividades como debates com escritores, lançamentos de livros, contações de histórias, além de shows e espetáculos teatrais, distribuídos em espaços da cidade como a Nova Concha Acústica e a Praça da Matriz. Vale ressaltar que especificamente os debates e palestras com autores ocorrem de 3 a 9 de agosto.

Dia 05 de agosto, terça-feira
Horário: 19h30
Local: Escola de Artes – vão livre
A palavra país – com Luiz Ruffato e Paulo Lins (patrono da Fliv)
A literatura se manifesta com força, crítica e beleza sobre um país à margem. Para falar sobre o retrato do Brasil na literatura contemporânea, esta mesa reúne dois grandes nomes da prosa atual no país, os romancistas Luiz Ruffato e Paulo Lins.
Luiz Ruffato publicou vários livros, entre os quais a pentalogia “Inferno Provisório” e o aclamado “Eles eram muitos cavalos”, que recebeu o prêmio APCA e o Machado de Assis, da Biblioteca Nacional. Ele acaba de publicar o romance “Flores Artificiais”. Paulo Lins é poeta e autor do premiado romance “Cidade de Deus”, que foi levado para as telas pelo cineasta Fernando Meirelles. Seu último romance é “Desde que o samba é samba”. Lançou também o quadrinho “Era uma vez eu”. Como roteirista, ele fez a série de TV “Cidade dos homens”, a minissérie “Subúrbia”, em parceria com Luis Fernando Carvalho, e o longa “Quase dois irmãos”, de Lucia Murat. Lins é opatrono do FLIV deste ano.


4º FESTIVAL LITERÁRIO DE VOTUPORANGA
De 1º a 10 de agosto
www.flivotuporanga.com.br

29/07/14

Fliv terá cinco atrações musicais nacionais na Concha Acústica

Sérgio Reis e Renato Teixeira, Biquini Cavadão, Chico Cesar, Orquestra Paulistana Viola Caipira e Jorge Aragão se apresentam em Votuporanga gratuitamente

O prefeito de Votuporanga, Junior Marão, anunciou nesta segunda-feira (07/7) as atrações musicais do Festival Literário de Votuporanga (Fliv), que acontece entre os dias 1 e 10 de agosto, na Concha Acústica “Professor Geraldo Alves Machado”, na Praça Cívica, Escola de Artes (antiga Biblioteca Municipal) e Praça da Igreja Matriz.
O evento terá atrações voltadas à literatura infanto-juvenil, e também adulta, além de programação voltada para música e entretenimento.
Neste quesito, as pessoas que prestigiam a música popular brasileira poderão conferir diversas opções. Sérgio Reis e Renato Teixeira se apresentam com seus filhos, no primeiro dia do evento, pelo espetáculo Amizade Sincera, que traz no repertório canções de grande sucesso como “Amanheceu, Peguei a Viola”, “O Menino da Porteira” e “Tocando em Frente”.
No dia 02 de agosto, o palco da Concha Acústica receberá os roqueiros do Biquini Cavadão, que estão animando os eventos da Fifa Fan Fest durante a Copa do Mundo. O repertório contará com músicas que marcaram a carreira do grupo e as do novo álbum Roda Gigante. 
No dia 07 de agosto, véspera do feriado de comemoração do aniversário de Votuporanga, Chico César se apresenta no Fliv. “É um show mais alternativo que está muito ligado ao Festival”, informou Marão. Chico César ficou conhecido por Mama África, que lhe rendeu títulos como Revelação do Prêmio Sharp/1995, Melhor Compositor pela APCA/1996, Prêmio MTV Music Awards como Melhor Videoclipe de MPB/1996; "À Primeira Vista" e "Respeitem Meus Cabelos, Brancos" também referenciam o cantor.
No dia do aniversário da cidade (08/8) o presente para todos os votuporanguenses será a apresentação da Orquestra Paulistana Viola Caipira. “São mais de 40 instrumentistas que fazem um belíssimo espetáculo com grandes clássicos da música popular e erudita na viola”, disse o prefeito. 
Para encerrar a programação musical, no penúltimo dia do Fliv (09/8), o público apreciará as canções de sucesso do cantor, sambista e compositor brasileiro, Jorge Aragão, como, por exemplo, “Enredo do meu samba” e “Partido Alto”.
“O mais importante é que a programação é gratuita e voltada a todas as idades com objetivo de estimular a literatura e oferecer oportunidade de lazer e entretenimento cultural à população de Votuporanga”, disse a Secretária da Cultura e Turismo de Votuporanga, Silvia Brandão Cuenca Stipp.