NOVIDADES

14/12/20

Programação on-line marcou a 10ª edição do FLIV

O Festival Literário de Votuporanga – FLIV encerrou a sua programação neste domingo (13/12). A 10ª edição de um dos maiores eventos multiculturais do Estado de São Paulo, que homenageou o escritor infanto-juvenil Pedro Bandeira, neste ano atravessou fronteiras com uma programação on-line. Foram cerca de 50 atrações, transmitidas em 56 horas de conexão por meio do Youtube e Facebook, com duas atrações transmitidas também pela TV Unifev. A população de toda a região ainda pode acompanhar um espetáculo de balé aéreo, por drive-in.

“O novo formato foi escolhido pela organização, para atender às exigências de segurança sanitária. Neste momento, onde a saúde é prioridade, levamos até às pessoas muita arte e cultura, com uma programação diversificada e voltada para todas as idades”, destacou a secretária de Cultura e Turismo, Silvia Stipp.

Por meio da internet, oficineiros, escritores e artistas se conectaram com a programação direto de seus locais de criação. Este ano, por exemplo, o FLIV contou com a participação de Kiara Terra, com contações de histórias apresentadas ao vivo de Portugal, e Cecília Araújo e Christina Mathis, com um musical produzido nos Estados Unidos.

Até a manhã desta segunda-feira (14/12), todas as atrações já tinham ultrapassado 9 mil visualizações no Facebook e Youtube. Quem não conseguiu acompanhar ao vivo cada apresentação, pode assistir no canal www.youtube.com/flivvotuporanga.  

Outra novidade divulgada pela organização do Festival é que a 10ª edição do FLIV segue no primeiro semestre de 2021. “Já estamos formatando algumas atividades que acontecerão próximas do público. Só estamos no aguardo das definições do Plano SP de Flexibilização para dar continuidade a essa programação”, finalizou Silvia Stipp.

Artistas locais

Uma das marcas do Festival Literário de Votuporanga, desde a sua primeira edição, é a valorização dos artistas locais. A programação on-line também teve esse diferencial. Foram mais de 100 votuporanguenses que levaram, em 20 apresentações, cultura para o público do FLIV, por meio da dança, das artes, do teatro, de oficinas, de bate-papo e da música.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do Amigos da Arte, SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga. 

12/12/20

Balé Aéreo drive-in encerrará edição do FLIV On-line, no domingo

O domingo (13/12) será especial para o Festival Literário de Votuporanga – FLIV, o último dia da edição on-line. Para marcar o encerramento, a programação terá a apresentação de balé aéreo, que poderá ser assistida pelo Youtube (www.youtube.com/flivvotuporanga), e também em formato drive-in, às 19h e às 21h, na área externa do IFSP de Votuporanga (Av. Jerônimo Figueira da Costa, 3014).

Quem optar em assistir ao espetáculo presencialmente, pelo drive-in, deve retirar o ingresso gratuito 30 minutos antes da apresentação, no IFSP Votuporanga. Apenas 30 carros poderão participar de cada sessão.

Com a licença poética de Mia Couto, “Imprudências Poéticas” invade o horizonte da construção urbana e com uma dança poema pausa o conturbado espaço de concreto. Neste trabalho, a dança serve de palavras para questionar os tantos muros construídos em função dos medos também criados por nós. A apresentação será com balé aéreo.

“O espetáculo promete emocionar o público, que poderá assisti-lo de dentro do carro, com toda a segurança necessária”, comentou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turimo de Votuporanga. Quem optar por acompanhar o balé de forma on-line, pode conferir a apresentação às 21h, no canal do Festival Literário no Youtube.

Programação

A programação no domingo começa às 8h, com a oficina “Vamos falar de mediação de leitura e afeto?”, com Felínio Freitas. Também pela manhã, o público acompanhará a apresentação da Banda Musical Zequinha de Abreu, e a oficina de Teatro de Bonecos, com a Cia. Circo de Bonecos.

Já no período da tarde, as atividades retornam às 13h, com a apresentação do espetáculo Arribação, da Associação Zona Franca. Também terá contação de histórias “Mãos de Vento e Olhos de Dentro”, com Aline Botelho. Os cantores votuporanguenses Monahra, com o projeto Acústico 2’M, e Amadeu Álamo animarão a edição on-line do Festival, a partir das 14h30. Ainda no domingo, outros artistas votuporanguenses promovem atividades, entre elas Naomi Ribeiro, com o espetáculo de dança “Dos quatro ventos”. Direto dos Estados Unidos, Cecília Araújo e Christina Mathis, apresentam o projeto “Música de Longe”.

A última noite do Festival Literário de Votuporanga será marcada pela apresentação do balé aéreo “Imprudências Poéticas”, às 19h e 21h, em formato drive-in. O público também terá a contação de história com Kiara Terra, on-line, às 19h, e às 20h15, “Batalha de Rima”.

Bate-papo com Jarid Arraes e Rodrigo Ciríaco

O último bate-papo com escritores será às 17h. Com mediação de Reynaldo Damazio, o público poderá interagir com Jarid Arraes e Rodrigo Ciríaco.

Jarid Arraes, escritora, cordelista, poeta e autora do premiado “Redemoinho em dia quente”, vencedor do APCA de literatura na categoria contos, e dos livros “Um buraco com meu nome“, “As lendas de Dandara” e “Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis“. Atualmente vive em São Paulo, onde criou o Clube da Escrita para Mulheres e tem mais de 70 títulos publicados em literatura de cordel.

Rodrigo Ciríaco é educador e escritor, autor de quatro livros, entre eles “Te Pego Lá Fora” e “Vendo Pó...esia”. Há mais de 15 anos desenvolve ações de mediação de leitura com a Pedagogia dos Saraus e a literatura marginal-periférica. Já foi autor convidado da FLIP, Salão do Livro de Paris, Feira do Livro de Buenos Aires, Feliv (Argélia), Viagem Literária (Siseb), Arte da Palavra (Sesc), Flipelô, Fliv entre outros.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

11/12/20

Zeca Baleiro é destaque na noite do sábado, no FLIV On-line

O terceiro dia do Festival Literário de Votuporanga será marcado por contação de histórias, oficinas, bate-papo com escritores, espetáculo de dança e teatro de bonecos, além do show exclusivo de Zeca Baleiro. A programação pode ser acompanhada on-line pelo canal do FLIV no Youtube (www.youtube.com/flivvotuporanga).  

Pela manhã, toda a família pode participar das atividades a partir das 8h, com a oficina “Vamos falar de mediação de leitura e afeto?”, com Felínio Freitas. Às 10 horas, direto de Portugal, a atriz, escritora e contadora de histórias Kiara Terra, fará uma intervenção com a história “A Cabaça Encantada”. Já, às 11 horas, as viagens literárias continuam com Aline Botelho, em “A velha do Bosque”.

O contato com o meio ambiente e o incentivo à pesquisa serão destacados na apresentação “Eco-Leitura: Espaço Família Sustentável”, a partir do meio dia. O votuporanguense Ravel Gimenes promoverá a oficina “Introdução à Fotografia Digital: equipamentos e conceitos”, com o projeto “História em casa: conhecendo Votuporanga e o Noroeste Paulista”. A tarde também será marcada pelo espetáculo de dança “Por trás do meu eu: imersão em dança contemporânea”. Integrando os espetáculos de teatro, às 18h30, o público poderá assistir ao “Circus A Nova Tournée”, da Cia. Circo de Bonecos.

Neste sábado, também terão três bate-papos com escritores. Às 14h30, o encontro será com Ricardo Ramos, presidente da União Brasileira de Escritores, mediado pelo curador Pierre Ruprecht. Já às 17h, tem conversa com Micheliny Verunschk, mediada por Reynaldo Damazio. Encerrando as rodas de conversa do dia, às 19h30, quem participa do Festival Literário de Votuporanga é o patrono do evento, Ignácio de Loyola Brandão, mediado por Pierre Ruprecht.

Zeca Baleiro no FLIV

A música no terceiro dia do Festival ficará sobre o comando de Zeca Baleiro. Com uma apresentação preparada exclusivamente para um dos maiores eventos multiculturais do Estado, Zeca trará canções originais, além de interpretar outros compositores e trilhar pelos caminhos da literatura e do teatro. Em 2020, lançou o primeiro single do álbum ‘Canções d’Além-mar”. Em julho, a produção musical completa que homenageia autores portugueses, chegou nas plataformas de música.

Para participar da programação da décima edição do FLIV é só se inscrever no canal do Festival no Youtube (www.youtube.com/FlivVotuporanga) e ativar a notificação, para ser informado de cada atividade. A programação segue até domingo (13/12), com atividades voltadas para todos os públicos.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do Amigos da Arte, SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.


Foto: crédito Silvia Zamboni

11/12/20

Novo formato do FLIV é destacado em abertura oficial do evento

A abertura oficial do Festival Literário de Votuporanga – FLIV foi promovida on-line nesta quinta-feira (10/12) e contou com a participação de autoridades, apoiadores e parceiros. A programação da 10ª edição segue até domingo (13/12) e pode ser acessada pelo Youtube (www.youtube.com/flivvotuporanga).  

Em sua fala, Sérgio de Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, enalteceu a importância do Festival para a cultura e a literatura paulista. “Este é um dos maiores eventos multiculturais do Estado e, com o formato que está sendo promovido, consegue alcançar ainda mais pessoas. Quero parabenizar a todos os envolvidos que não medem esforços para levar o Festival para novas fronteiras”, comentou.

Também participaram da cerimônia o reitor da Unifev, Osvaldo Gastaldon, a secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga, Silvia Stipp, o deputado estadual e líder do governo na Assembléia Legislativa, Carlão Pignatari, e o prefeito de Votuporanga, João Eduardo Dado Leite de Carvalho.

Para o reitor da Unifev, co-patrocinadora do Festival, a cultura é um importante canal de desenvolvimento da sociedade. “O FLIV cumpre muito bem esse papel e, nós da Unifev, temos muita honra de estarmos juntos nessa missão”, destacou.

O deputado Carlão Pignatari participou da cerimônia diretamente de São Paulo. “Votuporanga sempre se destaca em muitos setores e com o FLIV levamos o nome da cidade para o estado e o Brasil. Somos destaque pelo incentivo às artes e valorização da cultura. Agora, de forma on-line, chegamos em qualquer lugar com conhecimento e entretenimento que o Fliv proporciona”, concluiu.

“Preparamos uma programação para todas as idades e que permite ao nosso público o acesso democrático e enriquecedor de cultura e literatura, além de ser um importante espaço para a divulgação de artistas locais”, comemorou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

Durante a sua fala na abertura oficial, o prefeito de Votuporanga João Eduardo Dado Leite de Carvalho, reforçou a contribuição histórica do Festival Literário. “São dez anos de evento, levando esse mundo tão especial para crianças e toda a sua família. Neste ano, o FLIV tem papel fundamental para levar alegria à população, além de despertar o interesse pelos livros e as artes”, finalizou.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do Amigos da Arte, SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

10/12/20

FLIV On-line: Rashid é um dos destaques da programação desta sexta-feira

Depois de muita interação e conectividade do primeiro dia do Festival Literário de Votuporanga – FLIV, que este ano está on-line, um dos maiores eventos multiculturais do Estado terá uma sexta-feira (11/12) recheada de atrações. Entre os destaques, o conhecido rapper Rashid e o bate-papo com escritores que se destacaram no prêmio São Paulo de Literatura.

A programação começa às 8h, com a oficina “Vamos falar de mediação de leitura e afeto?”, com Felínio Freitas, por meio da Organização Social de Cultura – Poiesis. No mesmo horário, mas de forma presencial, os idosos de Votuporanga serão convidados a dançar e a acompanhar a apresentação dos dançarinos Dimas Fernandes e Fernanda Lacerda, com apresentações que acontecerão na porta de suas casas. Ainda pela manhã, o público do FLIV poderá acompanhar pelo Youtube a contação de histórias “Romeu e Julieta”, com Aline Botelho, além da oficina de pintura, com o votuporanguense Gustavo Rapassi.

À tarde, as atividades retornam às 13h, com a apresentação do mini-documentário de Zu Laiê, “Autorias: escritas e escritores de Votuporanga”. Na sequência, tem bate-papo com a professora do curso de psicologia da Unifev, Raquel Sartori, com o tema “Ensino habilidades sociais para as crianças”. Também nesta sexta-feira, tem bate-papo com a escritora Valéria Valls, sobre a biblioteca contemporânea e a aproximação com as comunidades. Para encerrar a programação da tarde, tem espetáculo de teatro com a Cia. Aliteatro, “O Poderoso Palhaço”.

O público continuará conectado com o Festival Literário de Votuporanga a noite, a partir das 18h30, com a apresentação do votuporanguense José Cássio Jaber, com o workshop de composição: letra e música “Violão e a canção brasileira”. Já a partir das 19h30, tem bate-papo com finalistas e vencedores do Prêmio São Paulo de Literatura: Cristina Judar, Ronaldo Correia de Brito e Sérgio Rodrigues. A mediação será feita por Paulo Werneck.

Para encerrar a programação do segundo dia do Festival, uma das atrações destaque deste ano, o rapper Rashid. A conversa será a partir das 21h e sobre o primeiro livro do Rashid: "Ideias querimam mais que palavras – Vol. 1.", que conta a história do artista enquanto revisita as composições de seu repertório. Nessa conversa, mediada por Daniel Minchoni, o rapper contará detalhes das inspirações por trás de suas letras, processos, modos de composição e apresentará alguns de seus poemas. O "papo", como muitos que o Rashid faz em seu próprio canal ou mesmo no programa Conexão Lab (na LabFantasmaTv), irá passar pelos momentos iniciais de sua carreira, quando estava abrindo caminho para o sucesso que conquistou hoje, e contará detalhes das inspirações por trás dos versos.  

“Preparamos uma programação multicultural, como historicamente acontece no FLIV. Por conta do formato on-line, conseguimos levar ela para ainda mais pessoas”, comentou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

Toda a programação pode ser assistida pelo www.youtube.com/flivvotuporanga.   

Rashid

Rashid é um dos mais importantes rappers da atualidade e está trabalhando na divulgação de seu último álbum, Tão Real, uma trilogia lançada em formato transmídia, que conta também com documentário, podcasts e um site oficial com conteúdos extras. Durante a quarentena, estreou como apresentador na TwitchTV, dentro do canal da Laboratório Fantasma e deu início ao podcast Cama, Mesa e Trampo!, apresentado ao lado de sua empresária e esposa Daniela Rodrigues. Para além da música, Rashid é reconhecido pelo vasto conhecimento de mercado e negócios da música, sendo também um jovem empreendedor de sucesso com a marca e produtora Foco na Missão.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

10/12/20

Zeca Baleiro é atração confirmada do FLIV On-line

Reconhecido por oferecer uma programação multicultural, o Festival Literário de Votuporanga – FLIV acaba de anunciar Zeca Baleiro, entre as atrações da 10ª edição, que está acontecendo forma on-line. O show, exclusivo para o público do Festival, será transmitido no sábado, a partir das 21h, pelo canal do FLIV no Youtube (www.youtube.com/flivvotuporanga), com o apoio dos Amigos da Arte.

Com melodias certeiras, arranjos elaborados e poesia em alta voltagem, Zeca Baleiro promove shows com canções originais, além de interpretar outros compositores e trilhar pelos caminhos da literatura e do teatro. Em 2020, lançou o primeiro single do álbum ‘Canções d’Além-mar”. Em julho, produção musical completa que homenageia autores portugueses, chegou nas plataformas de música.

O primeiro disco de Baleiro foi lançado em 1997, com o nome “Por Onde Andará Stephen Fry?”. Desde então, lançou outros dez discos autorais, alguns projetos especiais e oito DVDs. Em 2014, se aventurou no mundo infantil ao lançar o CD “Zoró (bichos esquisitos)” e logo em seguida o DVD em animação “A viagem da Família Zoro”. Quatro anos depois, no final de 2018, lançou “Zureta – vol.2”, recheado com com “malucagens e molequices”, como brinca Zeca Baleiro. Em fevereiro de 2019, estreou o show “Zoró Zureta”, em que reúne canções dos dois álbuns.

“Receber o Zeca no FLIV nos dá muita alegria. O Festival, que já foi palco de diversos músicos, agora leva a atração para dentro da casa das pessoas. Neste sábado, por meio do FLIV On-Line o nosso público vai poder cantar e curtir cada música, por meio do nosso canal do Youtube, assim o Festival segue cumprindo a sua missão de disseminar cultura e literatura”, destacou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

Para participar da programação da décima edição do FLIV é só se inscrever no canal do Festival no Youtube (www.youtube.com/FlivVotuporanga) e ativar a notificação, para ser informado de cada atividade. A programação segue até domingo (13/12), com atividades voltadas para todos os públicos.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM. Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.


09/12/20

FLIV On-line: primeiro dia será marcado por atividades multiculturais

O primeiro dia do Festival Literário de Votuporanga – FLIV será marcado por diversidade de atrações transmitidas on-line pelo canal do evento no Youtube (www.youtube.com/flivvotuporanga). Com início às 8h, as atividades seguem até às 21h.

Entre as ações do dia, a oficina “Vamos falar de mediação de leitura e afeto?”, com Felínio Freitas, por meio da Organização Social de Cultura – Poiesis, que será promovida até domingo (13/12), das 8h às 10h. Os participantes encontrarão novas formas de promover a mediação, critérios para a seleção de obras, a materialidade do objeto livro e suas possibilidades de manipulação e os aspectos envolvendo a História Social da Leitura. A atividade também abordará a relação entre leitura e afeto e outras manifestações artísticas, além do percurso afetivo/memória dos participantes com questões relacionadas a leitura/livro.

Pela manhã, o público ainda participará da oficina de Pintura On-line, com o votuporanguense Gustavo Rapassi, e a contação da história Mena e Anisinha, com Aline Botelho.

A tarde, a programação começa às 13h30, com a oficina “Passos ancestrais: do Iundu ao samba”, com Zulaiê Breviglieri. Já às 15h, a contação de história será ao vivo, com Kiara Terra, direto de Portugal. O primeiro dia será marcado ainda pelo encontro inicial do “Clube de Leitura do IFSP Votuporanga”, com a discussão sobre o “Conto Felicidade Clandestina”, de Clarice Lispector. Encerrando as atividades do período da tarde, a apresentação do “Poesia em Casa”, com Abayomi Cia. de Teatro, de Votuporanga, e do teatro “Os Outros Reservas”, da Cia. Aliteatro.

O FLIV segue à noite com atrações para a família toda. O bate-papo com organizadores e apoiadores do Festival, que marcará a abertura oficial, será às 19h e contará com a participação do secretário Estadual de Cultura e Economia Criativa, Sérgio de Sá Leitão.

Na sequência, o Festival terá o primeiro bate-papo com escritor da edição, será com o homenageado do 10º FLIV, Pedro Bandeira. O primeiro dia será encerrado com show da Banda Musical Zequinha de Abreu. Confira a programação completa em www.flivotuporanga.com.br.  

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

09/12/20

FLIV On-Line começa nesta quinta-feira, com participação de Secretário Estadual de Cultura e Economia Criativa

O Festival Literário de Votuporanga – FLIV começa nesta quinta-feira (10/12), com programação on-line, transmitida pelo canal do Festival no Youtube (www.youtube.com/flivvotuporanga). A décima edição de um dos maiores eventos multiculturais do Estado segue com programação até domingo, com diversas atividades, como oficinas, contação de histórias, intervenções de dança, shows, teatro e bate-papo com escritores.

A programação começa às 8 horas, com abertura oficial às 19h feita de forma virtual, com a participação de parceiros, apoiadores e autoridades. Entre as autoridades confirmadas, o secretário Estadual de Cultura e Economia Criativa, Sérgio de Sá Leitão. Também participarão a secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga, Silvia Stipp, e o prefeito de Votuporanga, João Eduardo Dado Leite.

“O Festival Literário de Votuporanga já faz parte do calendário cultural paulista. Em dez anos, o evento conquistou o seu espaço e tem contribuído com a formação de leitores. Neste novo formato, conseguimos chegar em ainda mais pessoas”, comentou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

O novo formato, que é inédito para o FLIV, foi a opção encontrada pela organização para levar ainda mais cultura e literatura para a população. O evento terá apenas uma atividade presencial com drive-in, respeitando as normas de segurança sanitária.

Toda a programação poderá ser assistida pelo www.youtube.com/flivvotuporanga, a partir das 8h, com atividades que seguem até às 21h.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

08/12/20

Escritores reconhecidos internacionalmente participarão do FLIV On-line

O Festival Literário de Votuporanga – FLIV, que este ano será on-line, por mais um ano proporcionará o encontro entre leitores e escritores. O bate-papo com nomes consagrados nacionalmente, e reconhecidos internacionalmente, será transmitido ao vivo pelo Youtube do Festival. Um dos maiores eventos multiculturais do Estado de São Paulo começa nesta quinta-feira (10/12) e segue até domingo (13/12).

Para participar da programação, siga o canal do Festival no Youtube (www.youtube.com/FlivVotuporanga) e ative a notificação, para ser informado de cada atividade. Serão quatro dias de programação, com atividades voltadas para todos os públicos. “A versão on-line, que é inédita para o FLIV, possibilita que mais pessoas possam estar conectadas com esse universo cultural proporcionado pelo evento”, destacou Silvia Stipp, secretária de Cultura e Turismo de Votuporanga.

Pedro Bandeira

O primeiro bate-papo deste ano será com o escritor homenageado da 10ª edição do FLIV, Pedro Bandeira, na quinta-feira (10/12), às 19h30. Com mediação do Curador, Pierre Ruprechet, o público conhecerá um pouco mais das obras literárias infanto-juvenis. Com cerca de 26 milhões de exemplares vendidos, entre os mais de 140 trabalhos publicados, estão "A Droga da Obediência", "A marca de uma lágrima" e "O fantástico mistério de Feiurinha".

Destaques do Prêmio São Paulo de Literatura

Na sexta-feira (11/12), às 19h30, a mesa-redonda será com três escritores que se destacaram entre vencedores e finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura. Cristina Judar, Ronaldo Correia Brito e Sérgio Rodrigues compartilharão experiências e ideias sobre o estímulo aos novos talentos, fortalecimento das políticas públicas de livro, leitura e escrita, entre outros assuntos. A mediação será feita por Paulo Werneck, editor de livros, jornalista e tradutor literário.

Ricardo Ramos

O neto de Graciliano Ramos, o escritor Ricardo Ramos estreia no FLIV, no sábado (12/12), às 14h30. O bate-papo será mediado por Pierre Ruprecht, da SP Leituras.  Com livros editados no Brasil e no exterior, Ricardo desenvolve pesquisa na área de literatura infantil e juvenil, onde vem trabalhando academicamente Graciliano Ramos, privilegiando o olhar sobre seus textos escritos para crianças e jovens. É cronista do Escritablog, publicando no espaço Palavra de Cronista, e do InComunidade, revista de literatura do Porto, Portugal.

Michelline Verunsky

Também no sábado (12/12), às 17h, a conversa literária será com Micheliny Verunschk, que é autora de livros de poesia e prosa. Seu primeiro romance, Nossa Teresa – vida e morte de uma santa suicida (editora Patuá, 2014) foi agraciado com o Programa Petrobras Cultural e com Prêmio São Paulo de melhor livro de 2015. A mediação será com Reynaldo Damásio, do Museu Casa das Rosas.

Ignácio de Loyola Brandão

O patrono do FLIV, o escritor Ignácio de Loyola Brandão, encerra os bate-papos do sábado (12/12) com os escritores. Às 19h, o vencedor do prêmio Jabuti 2008 conversará com os leitores sobre a literatura, além das suas obras e vivência. Ignácio Loyola é contista, romancista, jornalista brasileiro e membro da Academia Brasileira de Letras. Possui uma vasta produção literária, tendo sido traduzido para diversas línguas. A mediação será conduzida por Pierre Ruprecht.

Jarid Arraes

Entre as novidades da décima edição do Festival Literário de Votuporanga está a escritora Jarid Arraes, que participará de uma mesa-redonda com Rodrigo Ciríaco, no domingo (13/12), às 17h. A cearense Jarid é escritora, cordelista, poeta e autora do premiado “Redemoinho em dia quente“, vencedor do APCA de literatura na categoria contos, e dos livros “Um buraco com meu nome“, “As lendas de Dandara” e “Heroínas negras brasileiras em 15 cordéis“. Atualmente vive em São Paulo, onde criou o Clube da Escrita para Nulheres e tem mais de 70 títulos publicados em literatura de cordel.

Rodrigo Ciríaco

Na mesma roda de conversa, Rodrigo Ciríaco, que é educador e escritor, autor de quatro livros, entre eles “Te Pego Lá Fora” e “Vendo Pó...esia”, agregará também a sua experiência com o mundo literário. Ciríaco, que já participou da edição 2019 do Festival Literário de Votuporanga, já foi autor convidado da FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, Salão do Livro de Paris, Feira do Livro de Buenos Aires, Feliv (Argélia), Viagem Literária (Siseb), Arte da Palavra (Sesc), Flipelô, entre outros. A mediação da mesa-redonda de Jarid Arraes e Rodrigo Ciríaco será feita por Reynaldo Damásio.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.

08/12/20

FLIV On-line terá contação de histórias para adultos e crianças

O Festival Literário de Votuporanga – FLIV começa na quinta-feira (10/12) e este ano será on-line. A programação está repleta de atividades, incluindo atividades para adultos, adolescentes, crianças e idosos. Entre as atividades propostas nesta edição, está a contação de histórias com Aline Botelho e Kiara Terra. Os encontros virtuais serão transmitidos pelo canal do Festival no Youtube.

“A formação de leitores é um dos objetivos do FLIV. Por isso, nestes dez anos de história, além de atividades para jovens e adultos, o Festival conta com uma programação dedicada para as crianças, sempre pensando em despertar o interesse pelos livros e a cultura”, destacou a secretária de Cultura e Turismo, Silvia Stipp.

Inclusão em destaque

Aline Botelho, que convive com a Síndrome de Tourette, trará mais inclusão na contação das histórias “Mena e Anisinha”, “Romeu e Julieta”, “A Velha do Bosque” e “Mãos de Vento e Olhos de Dentro”.

Aline Botelho lançou, recentemente, o livro “A fadinha que não queria voar”, com o apoio de Maurício de Sousa,  onde aborda sobre a Síndrome de Tourette, que acomete menos de 1% da população mundial. A síndrome é um distúrbio neuropsiquiátrico que tem tratamento, mas ainda existe não cura, caracterizado por tiques múltiplos, motores ou vocais e que geralmente se instalam na infância.

“São histórias que nos levam a pensar na temática da inclusão e da diversidade, sendo contadas de forma lúdica e com uma linguagem acessível para crianças desde a primeira infância”, comentou a contadora de histórias Aline Botelho. 

Kiara Terra no FLIV

Quem também estará no Festival Literário de Votuporanga é Kiara Terra, um dos grandes nomes de contação de histórias infanto-juvenis, no Brasil e no exterior. Serão quatro encontros ao vivo, onde o público poderá interagir e ajudar na construção de cada narrativa.

“Nas contações, cada pessoa é coautora. O encontro entre as pessoas e suas histórias dá sentido ao que levo para cada apresentação”, lembra a atriz, narradora e escritora Kiara Terra, atualmente morando em Portugal.

O público também pode se preparar para ajudar na construção das histórias “Quem inventou o começo?”, “Andira - Por que Crescemos” e “A  Cabaça encantada”. A história “A outra face de Dona Certeza – A velhinha que ousou atravessar o mar – de Kiara Terra” foi criada para também envolver os adultos. Terão, ainda, histórias surpresas.

Aos 19 anos Kiara Terra começou a escrever e contar histórias profissionalmente. Além de contar, passou a ouvi-las e assim criou “A História Aberta”. Kiara conta, escuta e conduz. A medida que as histórias se encontram pode-se acolher novas perguntas, lembranças e experimentar a deliciosa sensação de empatia e pertencimento.

Organização

A 10ª edição do Festival Literário de Votuporanga é uma realização da Prefeitura e do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa. Tem o patrocínio da Facchini e co-patrocínio da Unifev. Conta com a colaboração do SisEB, SP Leituras, Pontos MIS, Poiesis, Museu Casa das Rosas, Amigos da Arte e IFSP Votuporanga. A promoção é da TV TEM.

Acompanhe mais informações em www.flivotuporanga.com.br ou nas redes sociais @flivotuporanga.