Novidades

FLIV divulga presença de Tico Santa Cruz, Caco Barcellos e ex-Casseta e Planeta

Outros importantes nomes da literatura brasileira estarão no festival em Votuporanga para saraus e rodas de conversa

A quinta edição do Festival Literário de Votuporanga – FLIV 2015, que acontece de 7 a 15 de agosto, terá a presença de dez grandes nomes da literatura brasileira, entre eles três personagens bastante conhecidos do público e da mídia. Na programação principal de escritores divulgada nesta terça-feira (28/7), estão previstas rodas de conversa com o músico Tico Santa Cruz, o jornalista Caco Barcellos e o ex-integrante do Casseta e Planeta, Reinaldo Figueiredo, todos com obras publicadas.

Três importantes vozes da prosa brasileira atual, Ana Maria Gonçalves, Paulo Lins e André Sant’Anna promoverão no dia 8 de agosto, sábado, às 17h30, um sarau com leitura de trechos de suas obras. Com estilos e tonalidades diferentes, eles tratam de assuntos que perpassam a vida brasileira historicamente, numa relação intensa entre história e ficção.

No dia 9 de agosto, domingo, às 18h, o jornalista e escritor Caco Barcellos falará com o público sobre sua experiência junto ao programa Profissão Repórter e suas publicações com especialidade em jornalismo investigativo e documentário.

Dia 11, terça-feira, às 16h, é a vez do vocalista da banda Detonautas, Tico Santa Cruz, bater um papo, focado no público jovem, sobre o trabalho com a música e a fundação da banda, além de temas como política, literatura e comportamento. Também devem permeiar a conversa os polêmicos livros escritos por ele e as postagens nas redes sociais em que Tico expressa opiniões políticas de maneira independente e crítica.

Ainda no dia 11, às 19h30, será possível acompanhar a explanação da jornalista de moda, escritora e  personal stylist Tita Aguiar. Convidada pelo Senac Votuporanga, ela falará sobre o universo da moda, sua experiência na área, obras publicadas e também trará informações e orientações sobre os instrumentos necessários para a construção e gerenciamento da imagem, no âmbito profissional e pessoal.

O humorista Reinaldo, ex- Casseta & Planeta, receberá o público no dia 13, quinta-feira, às 19h30, para falar sobre sua carreira no humor, livros, quadrinhos e música. Além de ter ficado no ar por 18 anos com o programa na rede Globo, Reinaldo é cartunista, lançou diversos livros, publica cartuns em grandes veículos e participa de uma companhia de jazz. 

No sábado, dia 15, último dia do Festival em Votuporanga, um Sarau Poético reunirá às 17h30 três destacados poetas da atualidade: Alice Ruiz, Micheliny Verunschk e Ricardo Aleixo. Eles interpretarão seus próprios poemas e conversarão com o público sobre a sua arte. Os Saraus dos dias 8 e 15 de agosto serão mediados pelo poeta e crítico literário Heitor Ferraz Mello.

As mesas serão abertas ao público e realizadas em diversos espaços dentro da estrutura montada na Concha Acústica “Geraldo Alves Machado” e a Praça Dr. Fernando Costa. Os visitantes receberão o caderno do FLIV orientando sobre datas, locais e horários de cada atração.

Sobre os escritores

Ana Maria Gonçalves é uma das mais importantes autoras brasileiras, tendo publicado inicialmente o romance intimista “Ao lado e à margem do que sente por mim”, que marca o começo de sua carreira literária. Seu segundo livro foi o extraordinário romance histórico “Um defeito de cor”, vencedor do Prêmio Casa de las Américas.

Paulo Lins é poeta, roteirista e autor do premiado “Cidade de Deus”, que foi levado às telas pelo cineasta Fernando Meirelles. Seu romance mais recente é “Desde que o samba é samba”, no qual ele mergulha nas origens do samba urbano carioca. Lançou também o poema em quadrinhos “Era uma vez eu”.

André Sant’Anna é considerado um dos autores mais talentosos da literatura brasileira atual. Com suas narrativas breves e irônicas, ele desmonta o discurso do bem-estar brasileiro, expondo toda a sua perversão nos livros “O paraíso é bem bacana”, “Sexo e Amizade” e “O Brasil é bom”.

Caco Barcellos, além de ter passado por diversos programas da Rede Globo, atualmente Profissão Repórter, Caco é escritor. Entre suas obras, destaca-se o livro Rota 66. Para escrevê-lo, o jornalista passou oito meses pesquisando, noites sem dormir e foi vítima de inúmeras ameaças por denunciar a truculência da polícia paulistana nas periferias da cidade. Outra obra de destaque de Caco Barcellos foi Abusado, o Dono do Morro Dona Marta, sobre o tráfico existente nos morros do Rio de Janeiro. Escrito em forma de romance, “Abusado” ficou por cerca de um ano nas listas dos mais vendidos no País.

Tico Santa Cruz fundou a banda Detonautas Roque Clube em 1997, da qual é vocalista, e também ficou conhecido por ser um dos poucos artistas a se manifestar sobre temas da política brasileira em postagens nas redes sociais. Além disso, tem três livros publicados, “Pólvora”, “Clube da Insônia” e “Tesão”, todos com uma narrativa intensa. É um artista que não economiza palavras e possui um instinto provocador, sem medo das polêmicas.

Tita Aguiar é formada em Letras, Jornalismo e Estilismo de Moda com várias especializações no exterior pelo F.I.T. (Fashion Intitute of Tecnology) em NovaYork. Sua presença no FLIV tem o apoio do Senac Votuporanga. Consultora de Estilo do Senac São Paulo,  carrega em seu currículo alguns clientes empresariais como Pernambucanas, TV Cultura, Shopping Iguatemi, entre outros. Já comandou programas de TV e tem participações no Mais Você, Jornal Hoje e Hoje em Dia. É colaboradora de diversas revistas e jornais de destaque. Como escritora, assina os livros “Acessórios: por que, quando e como usá-los”, “Personal Stylist – Guia para Consultores de Imagem” e “Moda Artesanal Brasileira na Visão de um Personal Stylist”, todos pela Editora Senac São Paulo.

Reinaldo Figueiredo foi cartunista e um dos editores do Pasquim, fundou o “Planeta diário” e foi um dos criadores do Casseta e Planeta. Hoje, concilia as charges com uma antiga paixão, o jazz. Completando 41 anos de carreira em 2015, é também conhecido como Devagar Franco, Ótima Bernardes ou ainda o Sucker da esquete “Fucker & Sucker”. Como escritor, lançou os livros A Arte de Zoar (Editora Objetiva), Escândalos Ilustrados (Editora Codecri), Apelo à Razão (Núcleo3),  Desenhos de Humor (Desiderata) e Noites de Autógrafos (Desiderata).

Alice Ruiz é poeta, compositora e tradutora; Desde 1969, ela estuda com profundidade o haicai, gênero da poesia japonesa que marca sua trajetória poética. Publicou seu primeiro livro "Navalhanaliga", em 1980, e mais tarde, em parceria com o poeta Paulo Leminski, publicou "Hai Tropikai" em 1985. Em 1989 ganhou o prêmio Jabuti com o livro "Vice Versos" (1988).

Micheliny Verunschk é poeta e romancista. Publicou os livros “Geografia Íntima do Deserto”, “O Observador e o Nada” e “A Cartografia da Noite”. Foi finalista do Prêmio Portugal Telecom 2004 e participou de várias antologias, como “Na Virada do Século – Poesia de Invenção no Brasil”, organizada por Claudio Daniel e Frederico Barbosa. No ano passado, lançou seu primeiro romance “Teresa – vida e morte de uma santa suicida”.

Ricardo Aleixo é um dos mais inventivos poetas brasileiros da atualidade. Ele já lançou seis livros de poesia: “Festim”, “A Roda do Mundo” (em parceria com opoeta Edimilson de Almeida Pereira), “Quem Faz o Quê?”, “Trívio”, “Máquina Zero” e “Modelos Vivos”. Em sua obra, a poesia abraça todos os campos possíveis da expressão, como a sonoridade, a oralidade e a plasticidade da imagem poética.

FLIV 

O Festival Literário de Votuporanga é um evento multicultural que reúne em nove dias diversas atividades ligadas à literatura. O FLIV completa 5 anos em 2015 e, entre seus objetivos, está o de comemorar o aniversário da cidade, 8 de agosto. Em quatro edições, registrou um público de mais de 160 mil pessoas.

As atividades serão desenvolvidas entre 7 e 15 de agosto, das 7h30 às 22 horas, de segunda àsexta; e das 9h às 22h de sábado e domingo numa estrutura de mais de 2 mil m² montada no centro da cidade, integrando a Concha Acústica “Geraldo Alves Machado” e a Praça Dr. Fernando Costa.

São shows, oficinas, mesas de debate, encontro com autores, sessões de contação de histórias, comercialização e distribuição de livros, além de espetáculos de teatro, dança e música. Já passaram pelo FLIV renomados escritores, como Ignácio de Loyola Brandão (Patrono em 2012), Maurício Kubrusly, Marcia Tiburi, Ferréz, Mário Prata, Paulo Lins (Patrono em 2014), entre outros.

Como acontece em todos os anos, um autor é escolhido para ser homenageado durante o festival. Neste ano, o poeta brasileiro Manoel de Barros, morto em 13 de novembro de 2014, será lembrado por suas importantes obras literárias, entre elas muitas voltadas ao público infantil que é o grande foco do FLIV 2015.

A organização é do Instituto Comuna e Prefeitura, com apoio da Associação Paulista dos Amigos da Arte (Apaa), da Abaçai Cultura e Arte - Organização Social de Cultura, Governo do Estado, Deputado Carlão Pignatari e Senac Votuporanga; patrocínio do Supermercado Porecatu e HSA Logística e Transportes por meio do Programa de Ação Cultural –ProAC/ICMS e ainda Banco do Brasil; promoção TV TEM. Mais informações pelo site http://www.flivotuporanga.com.br ou nas redessociais como @flivotuporanga

Guia

  • Agência Bancária
  • Farmácia/Drogaria
  • Hotéis
  • Imobiliárias
  • Lanchonete
  • Pizzaria
  • Ponto de Táxi
  • Restaurante
  • Serviço Médico
  • Postos de Combustível
  • Transporte
  • Emergência